Mais que pardais

Não é difícil nos pegarmos em algumas situações em que estamos inibidos para pregar a Palavra de Deus. Às vezes estamos em circunstâncias desfavoráveis por diversos motivos, mas creio que um deles é o receio do que os outros vão pensar e/ou falar. Temos medo de, de alguma forma, impactar negativamente as nossas relações com outras pessoas ao expormos o Evangelho de Cristo, ou até mesmo de sofrermos retaliações. “Será que fulano vai me achar chato demais?”, “Será que vai deixar de seu meu amigo?”, “Será que vai se irritar?”. Confesso que eu mesmo, para a minha vergonha, às vezes deixo de falar de Cristo por inibições semelhantes a estas.

Contudo, é reconfortante que tenhamos a Escritura, nas palavras do próprio Cristo, nos encorajando:

Não se vendem cinco pardais por duas moedinhas? Contudo, nenhum deles é esquecido por Deus. Até os cabelos da cabeça de vocês estão todos contados. Não tenham medo; vocês valem mais do que muitos pardais!
Lucas 12:6,7

Ora, de que maneira tais palavras nos trazem conforto? Elas são ditas por Cristo durante uma admoestação aos seus discípulos para que não se sintam retraídos na vivência e na pregação cristãs. Devemos descansar na soberania de Deus. Na versão Almeida Revista e Atualizada, a passagem é “Não se vendem cinco pardais por dois asses?” Um asse era uma moeda romana de baixo valor, que era o preço de dois pardais. Na compra de quatro, levava-se um quinto de graça. Isto demonstra quão irrisório era o valor de um pardal. No entanto, Cristo afirma que nem mesmo um destes pardais (nem mesmo o de brinde!) era esquecido por Ele. E afirma: vocês valem mais do que muitos pardais!

Nós não estamos sozinhos quando empenhamos esforços na vivência cristã e na exposição do Evangelho, o Espírito nos auxilia em todas as coisas. Deus mantém o mundo em suas mãos; é soberano sobre tudo. Este conhecimento é muito valioso e útil para todos as aspectos de nossa vida. Não tenhamos medo do que o mundo está se tornando (ou já é), ele não vai nos receber com beijos e abraços; tenhamos a confiança nas palavras de Cristo (não confunda com autoconfiança!) e descansemos no Seu amor.

Produza frutos! Um forte abraço.

Comente!

Por |2018-11-27T23:09:14+00:00quarta-feira, 28 de novembro de 2018|Sem categoria|0 Comentários

Sobre o Autor:

Pior dos pecadores alcançado pelo Evangelho de Jesus Cristo. Sonho em ser pai e sou apaixonado pelo livro de Romanos. Membro da Igreja Presbiteriana de Vitória da Conquista - BA.

SOBRE NÓS

O ministério Não Morda a Maçã está há 9 anos a serviço do Reino para inspirar adolescentes e jovens a conhecer Jesus através da leitura e revelação da palavra de Deus. Continue lendo

SE INSCREVA EM NOSSO CANAL