Fé em obras

Graça e paz. Ser discípulo de Jesus incita à prática de boas obras. O Novo Testamento é repleto de passagens que confirmam a necessidade do cristão ter o diferencial de servir a Deus com suas obras.

Parte do capítulo 2 da carta de Tiago é um exemplo clássico do peso que as obras têm na vida do crente:

Porque, assim como o corpo sem espírito é morto, assim também a fé sem obras é morta. Tiago 2.26

Há doutrinas religiosas que utilizam esse versículo para embasar o engajamento social no qual estão envolvidas. Daí vemos distribuição de mantimentos a famílias carentes, visitas a orfanatos e asilos, trabalhos de assistência em comunidades periféricas; todas essas coisas com o selo de que a fé sem obras é morta.

Para alguns as pessoas que estão envolvidas neste ministério parecem até mais espirituais (e por que não dizer santas?) do que um crente normal. “-Fulano já tem um pé no céu por tudo de bom que ele faz pelos outros.”, pode ser dito por alguém. Se o cristão não estiver bem das ideias, ele acaba achando que sua salvação é dependente das boas obras que ele praticar. É esse o problema de tomar uma passagem isolada da Bíblia e tomar como máxima de todo trabalho ministerial da congregação.

Visto que a justiça de Deus se revela no Evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé. Romanos 1.17

Como conciliar as afirmações de Tiago e Paulo? A aparente contradição entre os dois versículos é solucionada quando compreendemos que, de fato, o homem é tão miserável que por si mesmo não pode obter a salvação. O dom de Deus manifesto pela graça é que conduz o cristão à vida eterna.

As boas obras estão presentes porque devem ser resultado de nossa fé na pessoa de Jesus, e não um meio de nos aproximarmos dEle. Pratico o bem porque minha fé no Senhor me guia por esse caminho.

Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie. Pois somos feitura dEle, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas. Efésios 2.8-10

Fazemos boas ações não para merecermos algo de Deus, mas porque Ele nos fez benfeitores para glória do nome dEle.

Semana abençoada, em nome de Jesus. Abração!

 

Comente!

Por | 2018-03-20T08:12:50+00:00 quinta-feira, 1 de março de 2018|Cristianismo, Estudos Bíblicos, , Vida Cristã, vitrine|0 Comentários

Sobre o Autor:

Seguidor de Jesus Cristo. Contínuo aprendiz da verdade revelada através da Palavra. Total dependente da graça de Deus.

SOBRE NÓS

O ministério Não Morda a Maçã está há 9 anos a serviço do Reino para inspirar adolescentes e jovens a conhecer Jesus através da leitura e revelação da palavra de Deus. Continue lendo

SE INSCREVA EM NOSSO CANAL