Eleições 2018: o Messias já veio

Não confiem em príncipes, em meros mortais, incapazes de salvar.
Salmos 146:3

Nesse clima louco de eleições, presenciamos um momento em que a política tem permeado as conversas e os pensamentos de todo mundo. Percebemos mais jovens falando sobre o tema e fazendo suas contribuições à discussão política. [Tudo bem que nem sempre é uma “contribuição” de fato, mas vamos lá].

Porém, julguei por bem falarmos sobre algo que pode insurgir facilmente neste cenário: a confiança nos homens. É bem claro que o nosso país está passando por uma situação muito crítica: a economia vai mal, os valores éticos e morais estão ficando no passado, a educação tem se desvirtuado e a saúde anda despreocupada com quem dela precisa. Acontece que temos a tendência de apostar as nossas fichas em um ou outro candidato, como se este fosse a solução para todas as mazelas sociais.

Qualquer que seja o nosso futuro presidente, ele não será o Messias [possivelmente, apenas no nome]. Não podemos voltar o descanso no nosso coração para ele. Não poderemos dormir tranquilos no dia 28 de outubro, motivados pelo resultado das apurações, caso o nosso candidato desejado seja eleito. Nossa tranquilidade deve existir, sim, porém tendo o Senhor Deus como razão.

Por mais que gostemos das propostas que um candidato traz, não podemos desvincular a nossa visão política da nossa visão cristã, que nos leva a entender a pecaminosidade e a falibilidade humana. Haverá muitos problemas a serem enfrentados e nenhum mandatário vai resolver tudo. Somos homens, somos pecadores e fracos.

Assim diz o Senhor: Maldito é o homem que confia nos homens, que faz da humanidade mortal a sua força, mas cujo coração se afasta do Senhor.
Jeremias 17:5

O nosso descanso deve estar no Senhor, e apenas nEle. Ele sabe o que é melhor pra nós e é Ele quem tem as rédeas da nossa nação. De nada adianta sermos governados por um bom presidente e regidos por bons parlamentares se o Senhor não nos der o pão de cada dia.

Se não for o Senhor o construtor da casa, será inútil trabalhar na construção. Se não é o Senhor que vigia a cidade, será inútil a sentinela montar guarda.
Salmos 127:1

Esta reflexão não é para que não nos engajemos na política; pelo contrário, creio ser importante e necessária a participação cristã [com sabedoria] nesta questão. Porém, não devemos buscar em homens o que apenas Cristo pode nos oferecer.

Não se esqueça de orar ao Senhor pedindo que Ele tenha misericórdia de nós e esteja guiando o governo para o bem-estar do povo.

Como é feliz aquele cujo auxílio é o Deus de Jacó, cuja esperança está no Senhor, no seu Deus,
Salmos 146:5

Deus nos abençoe! Produza frutos.

Comente!

Por |2018-10-17T10:53:43+00:00quarta-feira, 17 de outubro de 2018|Sem categoria|0 Comentários

Sobre o Autor:

Pior dos pecadores alcançado pelo Evangelho de Jesus Cristo. Sonho em ser pai e sou apaixonado pelo livro de Romanos. Membro da Igreja Presbiteriana de Vitória da Conquista - BA.

SOBRE NÓS

O ministério Não Morda a Maçã está há 9 anos a serviço do Reino para inspirar adolescentes e jovens a conhecer Jesus através da leitura e revelação da palavra de Deus. Continue lendo

SE INSCREVA EM NOSSO CANAL