5 minutos

Hello!

Você já admirou tanto alguém por sua carreira, testemunho ou outros feitos que pensou: cara, se eu tivesse 5 minutos pra conversar com Fulano, eu falaria tanta coisa!

Eu já! Além dos vários personagens bíblicos com os quais quero gastar tempo na eternidade, já pensei isso de vários heróis da fé dos nossos dias, mas também já pensei em relação a profissionais da minha área de trabalho.

Quem acompanha o blog, sabe que sou advogada. Não por acaso, pessoas como o juiz Sergio Moro ou mesmo o Dr. Deltan Dallagnol chamam minha atenção pela excelência e empenho com que trabalham. Uma vez conversando com amigos eu disse: Cara, eu queria tanto ter 5 minutos pra falar com o Dr Deltan. “Eu perguntaria como ele mantém o foco e o empenho mesmo quando tudo luta contra o trabalho que você faz.” E pro Sergio Moro eu diria: “Dr, obrigada!”

Tempos depois, eu tive a oportunidade de ouvir uma palestra do Dr Deltan e mesmo não conseguindo conversar pessoalmente, descobri o que o mantinha focado. Ele disse: “Trabalhe duro como se tudo dependesse de você, mas ore sabendo que tudo depende de Deus”. [ Ele é membro de uma das igrejas Batistas aqui de Curitiba].

Sensação semelhante, eu imagino, deveria estar no coração de Zaqueu, em Lucas 19. Ele não era o tipo de pessoa que subiria em uma árvore pra ver qualquer um. Ele o fez porque Jesus estava passando. Não o fez por saber que Jesus era Deus, mas por ouvir falar a respeito do que Jesus fazia.

Outro que deve ter ensaiado muitas vezes sua conversa com o mestre, deve ter sido o jovem rico, em Lucas 18. O cara acreditava saber como convencer Jesus de que merecia a vida eterna. Só não conseguiu prever a resposta que receberia.

Outra que deve ter pedido muito por essa oportunidade, deve ter sido a mulher do fluxo de sangue, em Lucas 8:42-48. Ela nem queria falar com Ele. Ele nem precisava saber que ela existia. Na verdade, ela tentou mesmo passar despercebida, mas não conseguiu. Ninguém passa por Ele sem que seja percebido.

Todos eles tinham certeza de que o que Jesus fazia era incomum. Como eu disse, eles sequer sabiam que Ele era Deus.

O interessante é que nós, sabendo que Ele é Deus, parecemos não ansiar tanto assim por 5 minutos com Ele. 

Nós também temos respostas prontas:

  • Imagina… Ele é Deus! Não posso estar diante dEle de qualquer jeito.
  • Eu preciso de tempo de qualidade com Deus, senão não vale.
  • A palavra diz que precisamos entrar no quarto e fechar a porta pra falar com o Pai em secreto e a minha vida é muito corrida… quando chego no meu quarto eu só quero dormir. (os que usam a palavra como desculpa são os “melhores”)
  • Etc.

Os argumentos acima até podem parecer válidos e concordo que devemos buscar ter tempo de qualidade com Deus, mas alguém disse certa vez: “a presença de Deus não é um lugar pra visitar, mas um lugar para viver.” Você e eu não precisamos mais esperar o culto de domingo, ou que o pastor suba o Sinai e volte depois de 40 dias com a instrução divina. Não precisamos mais de hora marcada e nem de sacrifícios de animais. Podemos ter acesso a Ele o tempo todo.

Se o amamos, desejaremos passar com Ele todo tempo possível.

Namorados fazem isso. Ás vezes só vão acompanhar a amada da saída do trabalho até o ponto de ônibus pra que ela não fique sozinha e ouvir como foi o dia dela. Pessoas em visitas em hospitais fazem isso também. Eles por vezes só tem cinco minutos pra ver alguém por uma janela, nem poderão encostar na pessoa amada, mas querem vê-la nem que seja rapidinho. Vamos admitir, quando alguém é realmente importante para nós, nós damos um jeito de gastar tempo, nem que seja o mínimo com essa pessoa.

Sentimento semelhante tinha o salmista ao dizer que um dia na presença do Senhor valia mais do que mil em qualquer outro lugar. (Salmos 84:10)

Eu tenho orado e pedido ao Senhor que me ensine a desfrutar da presença dEle. Quero ser capaz de amar a Ele acima de todas as coisas. Sozinha, eu sei que não consigo, mas Ele tem sido surpreendente. Dia desses, ao chegar pra fazer meu devocional, eu tinha poucos minutos. Eu falei pra Deus: “Senhor, hoje eu não quero pedir nada. Eu só queria ficar aqui com você e ouvir qualquer coisa que você queira me contar.” Eu não sei explicar o quanto foi sensacional! Mas a presença dEle era quase palpável. Eu sentia como se Ele esperasse por aquele momento tanto (ou mais) quanto eu. Palavras de gratidão e amor saltaram dos meus lábios sem que eu pudesse programar e quando dei por mim, estava orando por pessoas que Ele me direcionou e depois pude compartilhar com elas o que Ele havia feito. Ele me deixou participar do que Ele queria fazer naquela manhã. E por que? Porque eu havia decidido gastar todo tempo que eu tinha naquele dia com Ele.

Fui amada e amei, porque decidi estar com Ele.

Outro problema grave também é que continuamos separando as partes da nossa vida como se pudéssemos dispor dela. Você só tem uma vida e ela foi comprada por inteiro. Não foi vendida em partes como um carro no desmanche. Parecemos orar:

“Senhor Deus, estou aqui pra te entregar os 4 pneus da minha vida. Você os comprou, então eu te entrego.”

Tempos depois:

“Agora as portas, Senhor. Te entrego também as portas…”

Cara, o preço que Ele pagou foi alto demais pra você se entregar em partes. Tudo que você é, tudo que você faz precisa ser uma oferta pra Ele.

Lembre-se: é tudo sobre Ele e sempre será!

Vai por mim, se você aproveitar cada 5 minutos que você tem com Ele, quando chegar o tempo exclusivo e reservado no quartinho, vocês terão muito mais intimidade e os segredos do coração dEle não serão mais ocultos à você.

“Deus grita suas verdades, mas sussurra seus segredos” Gustavo Paiva

e eu ouso completar:

Algumas coisas estão evidentes. Qualquer um pode ver. Ninguém pode ser indiferente. Tal como um grito. Outras, precisarão de quietude e busca, tal como um sussurro que só é ouvido por quem está perto o suficiente.

Vai lá, tira 5 minutos pra falar com Ele.

Deus te abençoe.

😉

#Atéterça

Comente!

Por |2018-10-09T14:57:59+00:00terça-feira, 9 de outubro de 2018|Devocional, Vida Cristã|0 Comentários

Sobre o Autor:

Crente das empolgadas, que pretende sim dominar o mundo (por que não?). Apaixonada por escrever, ler, dançar e cuidar de gente. Moro com meus pais, tenho uma irmã que é quase minha gêmea e uma sobrinha maravilhosa. Sou formada em Direito e atualmente faço teologia. E fico cada dia mais maravilhada com a forma que Deus consegue conciliar essas áreas. Luto para não ser legalista e tento matar minha carne todo dia. Convicta de que fomos #chamadosparaser a diferença no meio dessa geração e através disso fazer e corresponder a tudo quanto o Senhor planejar. Instagram: @caromenezes

SOBRE NÓS

O ministério Não Morda a Maçã está há 9 anos a serviço do Reino para inspirar adolescentes e jovens a conhecer Jesus através da leitura e revelação da palavra de Deus. Continue lendo

SE INSCREVA EM NOSSO CANAL