Espírito natalino?

Graça e paz. As festividades do Natal estão batendo à porta. Daí vemos uma enxurrada de publicidade movida pelo tema. De perfumes a refrigerantes, todos tentam se aproveitar do que chamam “espírito natalino” para vender mais. E é sobre esse espírito que vamos falar neste post.

Já cheguei a ler uma vez que o “espírito natalino” – aquele que deixa o coração de jovens e adultos mais amoroso no mês de dezembro – seria, na verdade, o próprio Espírito Santo, que prepararia a humanidade para celebrar a memória da chegada de Cristo à terra. Aí cabe a pergunta: que fundamento bíblico há para essa afirmação?

Primeiramente devemos lembrar que o 25/12 foi convencionado em dia do nascimento de Jesus pelo Império Romano para aproveitar uma época que já havia várias festividades pelo mundo afora. Festas pagãs, diga-se de passagem. Apesar de não sabermos uma data precisa (dia/mês/ano) pelos Evangelhos, é possível deduzir que não foi em dezembro.

Os pastores que visitaram Cristo recém-nascido não iriam trabalhar em pleno inverno (Lucas 2.8). Ou você acha que um rebanho de ovelhas iria sobreviver à noite numa região que mesmo desértica não é difícil nevar? Estudiosos concluíram que o tempo mais provável em que Jesus nasceu é o de setembro do ano 4 a.C.

Mas o ponto que quero chegar é de que limitam a ação do Espírito Santo a um mês do ano quando dizem que Ele é o “espírito natalino”. Querido leitor, o Espírito Santo é Deus, e justamente por isso não é passível de limitações no Seu agir.

O vento sopra onde quer, ouves a sua voz, mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo o que é nascido do Espírito. João 3.8

Através do Senhor, o mundo é convencido do pecado, da justiça e do juízo (João 16.8-11). Isso quer dizer que Ele tem poder para voltar os homens ao senhorio de Jesus (e não só fazer com que todos sejam bonzinhos em todo mês de dezembro).

O alcance do ministério do Espírito Santo pode ser visto em Joel 2.28-32. E tudo isso foi confirmado por Pedro durante a primeira pregação após o Pentecostes (Atos 2.16-21).

Estar cheio do Espírito é muito mais do que desejar um feliz Natal com sorriso nos lábios ou presentear parentes e amigos. Ele, sendo Deus, conduz todos os homens à adoração genuína (João 4.23).

Semana abençoada, em nome de Jesus. Abração!

Comente!

Por | 2018-03-20T08:12:57+00:00 quinta-feira, 14 de dezembro de 2017|Cristianismo, Estudos Bíblicos, Vida Cristã, vitrine|0 Comentários

Sobre o Autor:

Seguidor de Jesus Cristo. Contínuo aprendiz da verdade revelada através da Palavra. Total dependente da graça de Deus.

SOBRE NÓS

O ministério Não Morda a Maçã está há 9 anos a serviço do Reino para inspirar adolescentes e jovens a conhecer Jesus através da leitura e revelação da palavra de Deus. Continue lendo

SE INSCREVA EM NOSSO CANAL