Volte a Agradecer!

Olá, tudo bom? Numa sociedade antropocêntrica em que se preza a autossuficiência e culto ao homem, como se ele ocupasse no centro de tudo, reconhecer que este é incapaz de alcançar benefícios eternos por si só é algo raro em uma cultura que tem sofrido introjeção de doutrinas heréticas. Desse modo, a gratidão ao Sustentador de tudo tem sido esquecida. Nesse sentido, cabe perguntar: você já agradeceu a Deus hoje?

em tudo dai graças” 1 Tessalonicenses 5:18

Esses últimos dias na universidade têm sido bastante conturbados pelo fato da correria do final de semestre. Entretanto, mesmo com noites mal dormidas, acompanhadas com cansaço para alcançar um bom desempenho, posso perceber que tudo que sou e tenho não vem dos meus esforços, antes apontam para a graça e bondade de Deus que me atrai em gratidão.

Tenho que confessar que não tem sido fácil, mas ninguém disse que seria  ( Jo 16:33b). Talvez, o maior desafio seja olhar para as dificuldades e, mesmo sem entender, lembrar que tudo tem um propósito (Ec 3:1) e que ser grato não é algo meramente emotivo, mas envolve racionalidade e estilo de vida de quem foi transformado. Sem mais delongas, vamos ao trecho bíblico:

 e entrando numa certa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez homens leprosos os quais pararam ao longe; e levantaram a voz, dizendo: Jesus, Mestre, tem misericórdia de nós. E vendo-os ele, disse-lhes: Ide e mostrai-vos aos sacerdotes. E aconteceu que, indo eles, ficaram limpos. E um deles vendo que estava são, voltou glorificando a Deus em alta voz; e derribou-se aos seus pés, sob seu rosto, dando-lhes graças: e este era o samaritano. E respondendo Jesus, disse: não foram dez os limpos? E onde estão os nove?” – Lucas 17: 12-17

O texto acima retrata a cura de dez leprosos em que apenas um deles retorna para agradecer a Cristo (v.15). De fato, Jesus não precisava daquele homem e de sua gratidão, pelo contrário, tal situação demonstra dependência não apenas para satisfação ou cura pessoal, mas para a Salvação gratuita que vem mediante a fé (Lc 17:19).

Diante disso, surge o convite para agradecer e valorizar a Graça que nos é concedida, independente das circunstâncias, pois bem sabemos que os planos dEle são melhores.  Render graças, assim, compreende necessariamente reconhecer a  grandeza e soberania de Deus e se colocar debaixo dEle, pois Ele faz o que é melhor para cada um de nós. Além disso, essa atitude se constitui em uma forma de fazer com que o  Seu nome seja engrandecido em resposta a toda bondade e misericórdia.

Portanto, circunstância alguma pode nos afastar de Deus, pelo contrário, somos atraídos em todas elas para mais perto dEle, pois posso afirmar que a gratidão alegra a alma, reconhece a presença do Senhor nas nossas vidas, quebra o orgulho e nos submete à vontade soberana do Pai. Ademais, enriquece o coração de forma a moldar-nos e ensinar, tendo em vista que somos eternamente dependentes do seu sustento e cuidado.

Volte a agradecer, amém?

 

Abraços,

Leonardo Gleygson 🙂

 

 

 

 

Por | 2017-12-01T08:32:33+00:00 sexta-feira, 1 de dezembro de 2017|Cristianismo, Destaque, Devocional, Diversos, , Graça, Motivação, Principal, Sem categoria, Vida Cristã, vitrine|0 Comentários

Sobre o Autor:

Surpreendido por Deus a cada instante, busco matar o meu “eu ” todos os dias a fim de que Ele seja tudo na minha vida. Sou apenas um servo, estudante de Fonoaudiologia. Quero ganhar o Brasil para Cristo e não ser destaque ou motivo de exaltação pessoal!

SOBRE NÓS

O ministério Não Morda a Maçã está há 9 anos a serviço do Reino para inspirar adolescentes e jovens a conhecer Jesus através da leitura e revelação da palavra de Deus. Continue lendo

SE INSCREVA EM NOSSO CANAL