#Meditando

Heeeeeeeeeeeeeeeeeeeeey! Voltei!
2017 foi lindo, mas 2018 conseguiu começar ainda mais lindo heheh Deus sabe ser surpreendente!

Espero que vocês tenham aproveitado esse tempo de férias e festas de final de ano, mas que não tenham deixado de lado o relacionamento de vocês com Deus.

Se você conseguiu viajar ou fazer algo que queria muito nesses dias, provavelmente esse mês tem sido de saudades e de um crescente desejo de voltar àqueles dias de descanso e lazer. Essa sensação, na verdade, é comum em todos os momentos em que estamos vivendo algo que realmente gostamos. Seja por estarmos com pessoas queridas, ou comendo algo muito bom, ou simplesmente solitários fazendo nada bem felizes heheh. Eu sou dessas que gosta de aproveitar cada minuto de momentos assim. Às vezes eu fico quietinha só observando os detalhes pra não perder nada… como se quisesse guardar num potinho tudo aquilo pra poder abrir de tempos em tempos e reviver o momento.

Uma situação que pode parecer boba, e que por vezes provocava a “revolta” de alguns colegas de trabalho que eu tive, era quando eu ficava um dia inteiro pra comer uma pequena barra de chocolate. Sabe aquelas com uns três quadradinhos? Eu fazia durar o dia todo hahahaha eu não queria que acabasse. Eu faço isso com livros também. Por vezes “abandono” eles por algumas semanas porque quero ter a sensação de que eles vão durar mais tempo. Ou quando o assunto me interessa muito, pesquiso em outras referências porque eu quero guardar os detalhes.

Apesar de fazer isso com várias coisas, eu não fazia o mesmo com a Bíblia. Eu acho a Palavra extraordinária! Amo ouvir as pessoas falando sobre ela. Leio uma série de materiais paralelos que falam a respeito, mas não gastava tempo mergulhada nela como fazia com as demais coisas.

Eu tive o privilégio de nascer num lar cristão e com isso frequentei a escola bíblica dominical quando era criança. Apesar de saber que isso foi uma benção, também me conduziu a uma zona de conforto. Me dava a sensação de que eu já sabia o suficiente. Não que soubesse tudo que havia para descobrir a respeito dela, mas estava satisfeita, ou melhor acomodada, com o que sabia. Nos cultos, a gente senta, ouve o que o ministrante tem a dizer, e vai embora confortável achando que aquilo é suficiente.

Hum…

(Pelo amor de Deus onde essa guria quer chegar?! hahaha)

Se dizemos que amamos a Deus e a sua presença, nossas ações precisam estar alinhadas com nosso discurso. Quando amamos algo ou alguém dedicamos tempo a isso. Se não o fazemos, nos unimos aos milhares que honram com os lábios, mas que o coração está longe do Senhor (Mateus 15:8).

Há alguns anos o Senhor me despertou pra isso. Me fez perceber que meu discurso e prática estavam diferentes. Me fez entender que meu amor por Ele só aumentaria a medida que eu me dedicasse a conhece-lo. Era necessário orar e continuar congregando com os irmãos? Sem dúvida! Mas também era fundamental me aprofundar nEle que é a palavra!

Invista tempo ouvindo pessoas que estudaram as escrituras e que se dispõe a compartilhar o que aprenderam, mas também dedique tempo lendo e ouvindo o Único que pode te contar os segredos das entrelinhas.

Pra te incentivar, de tempos em tempos, trarei aqui um #MEDITANDO (baseado na ideia do Salmos 1:2 “tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite”), como uma série de posts para degustarmos de alguns versículos. O objetivo é que juntos possamos aprender mais a respeito desse Deus lindo que temos o privilégio de servir. Será um exercício nosso, mas você não precisa esperar o próximo post pra fazer o mesmo com outros textos. Como vai funcionar? A ideia é pegar versículos conhecidos e estudar cada palavra, contexto, etc.

“Este trabalho não tem a pretensão de exaurir o tema… “(aquelas frases que colocamos na conclusão do TCC pra dizer que somos humildes estudantes hahah), mas tem por objetivo te motivar a buscar além do óbvio. A ir além do que já te contaram.

Os comentários de vocês serão bem-vindos como sempre e tenho certeza que terão muito a acrescentar. Só não vale ridicularizar o irmão que pensa diferente ou que tem uma dúvida que parece óbvia. Estamos todos aprendendo e nenhum de nós começou a caminhada de fé com o mesmo conhecimento que tem hoje. Por fim, na dúvida sempre ficaremos com as escrituras.

Estou certa de que será um tempo edificante para todos nós! Esse aprendizado ficará enraizado em nossas vidas e de tempos em tempos, como eu que queria guardar tudo num potinho, poderemos revisitar essas palavras em nossos corações.

Deus abençoe vocês!

#Atéterça

😉

Por | 2018-01-16T07:45:34+00:00 terça-feira, 16 de Janeiro de 2018|Devocional, Estudos Bíblicos|0 Comentários

Sobre o Autor:

Crente das empolgadas, que pretende sim dominar o mundo (por que não?). Apaixonada por escrever, ler, dançar e cuidar de gente. Moro com meus pais, tenho uma irmã que é quase minha gêmea e uma sobrinha maravilhosa. Sou formada em Direito e atualmente faço teologia. E fico cada dia mais maravilhada com a forma que Deus consegue conciliar essas áreas. Luto para não ser legalista e tento matar minha carne todo dia. Convicta de que fomos #chamadosparaser a diferença no meio dessa geração e através disso fazer e corresponder a tudo quanto o Senhor planejar. Instagram: @caromenezes

SOBRE NÓS

O ministério Não Morda a Maçã está há 9 anos a serviço do Reino para inspirar adolescentes e jovens a conhecer Jesus através da leitura e revelação da palavra de Deus. Continue lendo

SE INSCREVA EM NOSSO CANAL