Já não há condenação

Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus, porque por meio de Cristo Jesus a lei do Espírito de vida me libertou da lei do pecado e da morte.
Porque, aquilo que a lei fora incapaz de fazer por estar enfraquecida pela carne, Deus o fez, enviando seu próprio Filho, à semelhança do homem pecador, como oferta pelo pecado. E assim condenou o pecado na carne, a fim de que as justas exigências da lei fossem plenamente satisfeitas em nós, que não vivemos segundo a carne, mas segundo o Espírito.
Romanos 8:1-4

Essa passagem me faz lembrar de quando eu acreditava na perda da salvação (ei, cabeção, salvação não se perde! Leia João 10). Eu não tinha paz em mim mesmo, porque, quando eu cometia algum pecado que, aos meus olhos, era mais sério do que os demais, eu já achava que tinha perdido a salvação. Me lembro de uma conversa que tive com um amigo: “Só hoje eu acho que já perdi e ganhei de volta a salvação umas 50 vezes”. Que tolice!

O apóstolo Paulo inicia esta parte da sua carta aos crentes romanos depois de uma longa explanação sobre a lei e a graça, sobre pecado e justificação, e então entra nesta conclusão: não há qualquer condenação para os que estão em Cristo Jesus. Se você tem fé verdadeira em Cristo, sendo sua vida centrada nEle, se alegre! Não há mais condenação sobre você! Não são os seus atos, nem o diabo, nem qualquer outra coisa que te apartará de Deus (Rm 8.38-39). E por que podemos ter essa confiança? Porque foi Jesus que morreu!

Eu insisto em falar sempre sobre isso: você sabe o que significa a morte de Cristo? À luz da passagem acima, vamos chegar a conclusão de que, embora Deus tenha dado uma lei aos homens, esta lei nunca teve o objetivo de produzir salvação em ninguém. Aprouve a Deus que a salvação dos homens não fosse dada através da lei, mas através de Cristo Jesus crucificado, porque nós, em condição de pecadores, não poderíamos jamais cumprir a lei de Deus (Rm 8.7). Jesus Cristo foi feito homem para que morresse, entregando a sua vida voluntariamente (João 10.18) e, assim, sofrendo, em nosso lugar, a condenação que nos era devida! Tendo Cristo cumprido toda a lei de Deus, pois Ele nunca pecou, nós recebemos a justiça que é herança dEle! Você vê? Deus aplica em nós a justiça de Cristo, e aplicou nele a condenação que nós deveríamos receber! Uma vez que alguém paga uma dívida que você tem, aquele a quem você devia não cobra de você a dívida novamente. Assim é conosco. A ira de Deus por nossa iniquidade já foi derramada em Cristo Jesus, e nós não a receberemos mais. Nosso pecado não é suficiente para vencer o sacrifício de Cristo, pois o Seu sangue é muito valioso.

Mas então podemos viver pecando que tá de boa? Não! Não fomos salvos apenas da culpa do pecado, mas do seu domínio. Não mais vivemos segundo a carne, fazendo tudo quanto ela deseja, mas vivemos pelo Espírito de Deus (Rm 8.4). A justiça de Deus é Cristo! A ira dele foi satisfeita em Cristo! Nos alegremos nisto, pois não há mais condenação pra nós!

Que isto sirva de descanso para a nossa alma, pois nossa salvação não depende de nós. Cumprimos os mandamentos de Cristo porque o amamos e fomos libertos da escravidão do nosso pecado, e não para conseguirmos algo de Deus. Isso nunca daria certo.

Que Deus o conforte com esta palavra. Uma semana abençoada!

Por | 2017-10-04T10:32:42+00:00 quarta-feira, 4 de outubro de 2017|Cristianismo, Estudos Bíblicos, , Motivação, Vida Cristã, vitrine|0 Comentários

Sobre o Autor:

Pior dos pecadores alcançado pelo Evangelho de Jesus Cristo. Sonho em ser pai e sou apaixonado pelo livro de Romanos. Membro da Igreja Presbiteriana de Vitória da Conquista – BA.

SOBRE NÓS

O ministério Não Morda a Maçã está há 9 anos a serviço do Reino para inspirar adolescentes e jovens a conhecer Jesus através da leitura e revelação da palavra de Deus. Continue lendo

SE INSCREVA EM NOSSO CANAL