Como posso resistir aos falsos ensinos?

Pregue a palavra, esteja preparado a tempo e fora de tempo, repreenda, corrija, exorte com toda a paciência e doutrina.
2 Timóteo 4:2

O apóstolo Paulo escreve a Timóteo tendo como um de seus objetivos o encorajamento. Paulo havia deixado Timóteo em Éfeso, para que ele instruísse e pastoreasse a igreja local. No entanto, como era comum naquele momento, estavam surgindo muitos falsos mestres com ensinos que contradiziam a sã doutrina das Escrituras, tentando levar pessoas à falsa fé que pregavam. Paulo anima a Timóteo instruindo-o a permanecer nos ensinos da verdade que havia recebido.

Embora eu tenha escrito no parágrafo anterior que essa situação era comum naquele momento, essa situação é similar com o que hoje encontramos. Tenho andado um pouco preocupado com o futuro da igreja visível*, pois, inevitavelmente, há muitos lobos pastoreando e muitos bodes procurando ouvir o que sua carne deseja. Meu consolo está em estar absolutamente certo de que Deus mantém na fé aqueles que são seus. A verdadeira igreja, a invisível**, espalhada pela Terra, jamais será corrompida. O Senhor ativamente a faz perseverar. Seria ideal que a igreja visível e a invisível fossem uma só, mas sabemos que esta nunca será uma realidade.

Nós precisamos nos posicionar frente a esses falsos mestres e falsos crentes, preservando a sã doutrina, ou seja, a Escritura como de fato ela é, sem distorcer os seus ensinamentos. Neste nosso contexto, voltamos às exortações que Paulo dá a Timóteo. Paulo o manda estar preparado a tempo e fora de tempo para pregar a Palavra de Deus. Isso exige que Timóteo se debruce sobre os Sagrados Escritos e os estude. Ele precisa ser conhecedor para que possa propagar a verdadeira doutrina e resistir às falsas. Como você deseja ser um crente sincero sem se dedicar ao estudo da Palavra? Aquele que não possui instrução nela pode cair na lábia de qualquer um que, com boa persuasão, ensine uma heresia. Afinal, como saber que é uma heresia, se não há conhecimento bíblico acerca do que se ouve? O povo de Deus é destruído quando não há conhecimento dele (Oseias 4.6). Conheça o Deus que você serve! Assim, você não apenas resistirá aos falsos ensinamentos, como também propagará a Verdade que há na Bíblia. Esteja preparado para isso a todo tempo.

Antes, santifiquem Cristo como Senhor no coração. Estejam sempre preparados para responder a qualquer que lhes pedir a razão da esperança que há em vocês.
1 Pedro 3:15

Há uma tendência (e digo por experiência própria) em nós nos ensoberbecermos por sermos detentores da Verdade bíblica. Há uma tendência, conforme conhecemos mais a sã doutrina, de nos acharmos superiores aos que não conhecem. Na realidade, deveria nos provocar o efeito contrário, porque, quanto mais conhecemos a Palavra, mais ela nos mostra o quão desprezíveis somos diante do Senhor, e que absolutamente tudo que temos foi dado por Ele, pelo que não temos do que nos vangloriar. Mas, de fato, nosso coração é duro e é fácil de vacilar. Então, cuidemos, como é o ensinamento de Paulo no nosso texto-base, para que repreendamos, corrijamos e exortemos a todos os que se desviam da Verdade, mas que façamos isso com paciência, sem abrir mão da doutrina. Se formos muito ferozes nas nossas repreensões, podemos causar um mal maior (veja 2 Tm 2.25,26). Porém, atente-se! Paulo diz que façamos isso com paciência e doutrina. Não se deve abrir mão da doutrina em prol da paciência. Mantemos os dois. Suavizar ou relativizar a Verdade de Deus pode fazer você parecer paciente, mas vai revelar a sua falta de amor. Se amamos, talvez a maior prova seja que buscamos ensinar a Verdade, pois ninguém que ama deseja ver os seus amados vivendo na mentira.

Por fim, não caia em discussões sem fim (2 Tm 2.14,16,23). A sua função é rejeitar os falsos ensinos com a Verdade, e não debater até cansar para tentar convencer o outro de seu erro. Simplesmente, pregue a Palavra e esta fará o que Deus deseja que ela faça (Isaías 55.11). É Deus que concede o arrependimento (2 Tm 2.25), não é você.

Produza frutos, meu irmão. Torne-se praticante da Palavra, e não apenas ouvinte. Reflita neste trecho:

“Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha. Mas quem ouve estas minhas palavras e não as pratica é como um insensato que construiu a sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua queda”.
Mateus 7:24-27

* Por igreja visível, se entende a igreja institucionalizada, com as pessoas que dizem possuir fé em Deus. É a igreja que observamos com nossos próprios olhos físicos. Nela, existem pessoas verdadeiramente convertidas e outras que não são mas que frequentam por qualquer outro motivo.

** Por igreja invisível, se entende o conjunto de verdadeiros crentes espalhados por toda a Terra. Esta é o real corpo de Cristo, do qual Ele é o Cabeça.

Por | 2017-10-25T08:00:59+00:00 quarta-feira, 25 de outubro de 2017|Bíblia, Estudos Bíblicos, Evangelismo, , Vida Cristã, vitrine|0 Comentários

Sobre o Autor:

Pior dos pecadores alcançado pelo Evangelho de Jesus Cristo. Sonho em ser pai e sou apaixonado pelo livro de Romanos. Membro da Igreja Presbiteriana de Vitória da Conquista – BA.

SOBRE NÓS

O ministério Não Morda a Maçã está há 9 anos a serviço do Reino para inspirar adolescentes e jovens a conhecer Jesus através da leitura e revelação da palavra de Deus. Continue lendo

SE INSCREVA EM NOSSO CANAL