A resposta de Deus e a nossa incredulidade.

Oi oi!

O post de hoje fala de algo que todo crente alguma vez na vida ou em todos os dias da vida espera: Resposta de Deus. Mas nem sempre se atenta às respostas que dá a Deus.

Eita!

Pois é! Você já orou tanto por algo que quando recebeu não sabia o que fazer com aquilo? Ou pelo tempo que demorou pra acontecer, duvidou mesmo quando esse algo estava diante dos seus olhos?

Vamos aos textos bíblicos.

Lucas 1 narra a história de Zacarias e Isabel. Ambos eram justos aos olhos de Deus. Ele sacerdote. Ela sua honrada esposa. Ambos irrepreensíveis (v.6). Eles, porém, não tinham filhos, mas oravam por isso. Certo dia, enquanto fazia sua tarefa como sacerdote (v.8), Zacarias viu um anjo e seu coração se encheu de medo.

Mas o anjo lhe disse: “Não tenha medo, Zacarias; sua oração foi ouvida. Isabel, sua mulher, lhe dará um filho, e você lhe dará o nome de João. Ele será motivo de prazer e de alegria para você, e muitos se alegrarão por causa do nascimento dele, pois será grande aos olhos do Senhor. Ele nunca tomará vinho nem bebida fermentada, e será cheio do Espírito Santo desde antes do seu nascimento. Fará retornar muitos dentre o povo de Israel ao Senhor, o seu Deus. E irá adiante do Senhor, no espírito e no poder de Elias, para fazer voltar o coração dos pais a seus filhos e os desobedientes à sabedoria dos justos, para deixar um povo preparado para o Senhor” Lucas 1:13-17

Calcule o que foi ouvir que, depois de anos orando sobre algo tão importante, não apenas teria um filho, mas que ele seria O filho. Mais tarde o próprio Cristo diria que entre os nascidos de mulher não tem outro maior que ele (Lucas 7:28). Era muito pra um coração diligente, mas cansado. “Como posso ter certeza disso?”, ele disse ao anjo. Como culpá-lo? É fácil pra nós que estamos lendo a história completa julgarmos a incredulidade dele, mas mesmo ele, sacerdote, acostumado a ministrar ao Senhor, e também acostumado a ouvi-Lo, teve medo e duvidou. Isso lhe custou algo. Ficou mudo. Não pode contar a ninguém o que houve lá dentro. Mas todos sabiam que Ele foi tocado. E se houve toque, o Senhor veio.

A resposta de Zacarias foi: tenho medo. Não consigo crer. Olhe minhas circunstâncias. Isso seria impossível.

Ainda em Lucas 1, do versículo 26 em diante, o anjo Gabriel tinha outro recado da parte de Deus pra entregar. Ele encontraria Maria, ela foi agraciada por Deus. Ela, também teve medo (v.30). Seu coração não conseguia compreender o que significava aquela saudação. O anjo, porém continuou e lhe explicou o plano:

Você ficará grávida e dará à luz um filho, e lhe porá o nome de Jesus. Ele será grande e será chamado Filho do Altíssimo. O Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi, e ele reinará para sempre sobre o povo de Jacó; seu Reino jamais terá fim“. Lucas 1:31-33

Uau! Ela certamente era uma mulher especial. Certamente ansiava pelo momento em que seria usada por Deus. Desejava que sua vida pudesse agradá-Lo de alguma forma. Achou graça aos olhos Dele. Sua resposta, no entanto, foi diferente da de Zacarias:

Perguntou Maria ao anjo: “Como acontecerá isso, se sou virgem? ” O anjo respondeu: “O Espírito Santo virá sobre você, e o poder do Altíssimo a cobrirá com a sua sombra. Assim, aquele que há de nascer será chamado santo, Filho de Deus. Também Isabel, sua parenta, terá um filho na velhice; aquela que diziam ser estéril já está em seu sexto mês de gestação. Pois nada é impossível para Deus”. Respondeu Maria: “Sou serva do Senhor; que aconteça comigo conforme a tua palavra“. Então o anjo a deixou. Lucas 1:34-38

A resposta de Maria foi: como o Senhor pretende fazer isso? Qual será o meio? Que Ele fará, eu já entendi, mas como?

Não sei você, mas eu acho mais difícil alguém sem marido engravidar, do que alguém com marido, ainda que seja idoso. Parece que Maria pensava diferente.

Isso tudo pra não citar a vida do Cristo que era esperada há muito e que teve cada uma das evidências ignoradas por todos, inclusive por seus discípulos. Mesmo eles, caminhando com Ele por 3 anos, tiveram dúvidas de que Jesus, que é a maior resposta do Pai pra nós, realmente ressuscitaria cumprindo a promessa. A resposta estava diante deles, ressurreta, e eles precisaram tocá-Lo.

Esse ano, eu experimentei momentos em que respondi como Zacarias e outros em que consegui me aproximar da resposta de Maria. Tive o privilégio de ver o Senhor fazer coisas que eu julgava impossíveis. Coisas pelas quais eu orava há tanto tempo que orava mais porque estavam no check list do que por acreditar que Deus ainda faria algo. Quando tais coisas aconteceram, eu fiquei em crise. “Não é possível”, eu dizia. “Como não se você orou por isso? Deus está fazendo, Carolzinha, apenas creia”, uma amiga respondia. “Não sei lidar com essas novidades”, eu exclamava desesperada. “Apenas desfrute”, respondia minha discipuladora.

É certo que as respostas de Deus, ou a vontade perfeita e agradável Dele, nem sempre tem a ver com o que idealizamos como resposta. Isso não é sobre Ele se encaixar no seu plano, mas você compreender o Dele.

É certo, também, que Ele não apenas ouve, mas conhece cada uma das nossas necessidades.

É possível que seu coração marcado esteja paralisado pelo medo e pela incredulidade. Você já viu muita coisa enquanto estava diante do Senhor. “Se Ele não mexeu nessa área até agora, não o fará”…você pensa. Mas faça hoje um favor pra sua alma: traga a memória o que dá esperança. Faça-a lembrar que O guarda de Israel não dorme e que tem zelado por sua vida. Que Ele supre cada uma das suas necessidades e dá resposta no tempo certo. Com Ele não existem atrasos. Aproveite pra arrancar toda raiz de incredulidade, pois quando as respostas vierem, e sem dúvida elas virão, você também terá uma resposta a dar.

Que ao final possamos dizer: sou serva (o) do Senhor. Aconteça comigo conforme a tua palavra.

Deus abençoe vocês!

#Atéterça

😉

Por | 2018-03-20T08:13:05+00:00 terça-feira, 17 de outubro de 2017|Cristianismo, Devocional, |0 Comentários

Sobre o Autor:

Crente das empolgadas, que pretende sim dominar o mundo (por que não?). Apaixonada por escrever, ler, dançar e cuidar de gente. Moro com meus pais, tenho uma irmã que é quase minha gêmea e uma sobrinha maravilhosa. Sou formada em Direito e atualmente faço teologia. E fico cada dia mais maravilhada com a forma que Deus consegue conciliar essas áreas. Luto para não ser legalista e tento matar minha carne todo dia. Convicta de que fomos #chamadosparaser a diferença no meio dessa geração e através disso fazer e corresponder a tudo quanto o Senhor planejar. Instagram: @caromenezes

SOBRE NÓS

O ministério Não Morda a Maçã está há 9 anos a serviço do Reino para inspirar adolescentes e jovens a conhecer Jesus através da leitura e revelação da palavra de Deus. Continue lendo

SE INSCREVA EM NOSSO CANAL