SOBRE NÓS

O ministério Não Morda a Maçã está há 9 anos a serviço do Reino para inspirar adolescentes e jovens a conhecer Jesus através da leitura e revelação da palavra de Deus. Continue lendo

SE INSCREVA EM NOSSO CANAL

SÁBIO, EU?

Opa galera! Tudo na graça e Paz do Senhor? Durante esses últimos dias de férias longe dos estudos universitários, aproveitei para refletir acerca da minha conduta como cristão nesse meio através de uma indagação que ecoava em mim: “sábio, eu?”. O mais interessante é que a maior lição que pude tirar disso compreende o fato de que colecionar conhecimentos e informações intelectuais não significa necessariamente adquirir sabedoria, uma vez que não adianta considerarmo-nos inteligentes, se na prática não a exercemos. Bem, sei disso: Nem só de conhecimento vive o homem, mas da sabedoria celeste que vem de Deus!

Essa premissa me fez refletir principalmente quando iniciei meu estágio. Sabe, sempre me dediquei bastante para acumular o máximo possível de informações científicas a fim de atender melhor os pacientes. Todavia, no primeiro momento de aplicar a teoria estudada, surge aquele choque de “primeira vez” somado à realidade de que a prática é para ser vivenciada e que cada situação é única. Diante disso, a postura a ser adotada poderá demonstrar se tenho sabedoria ou apenas conheço algo, sacou?

Não obstante, cabe lhe perguntar: Você tem sido sábio (a) diante das circunstâncias da vida ou tem agido como insensato, seguindo seus próprios caminhos e negligenciando a direção que vem de Deus? Apertem os cintos que o post está apenas começando!

O TEMOR DO SENHOR É O PRINCÍPIO DA SABEDORIA” (PV 9.10a).

  1. Um cenário caótico.

Basta olhar ao redor para constatar a falácia que existe na vida de pessoas que se dizem cristãs, mas rejeitam a Palavra de Deus e se mostram como tolas ao desprezar a sabedoria e não querer alcançá-la (Pv 1:7b). Isso ocorre principalmente por não buscar a direção do Senhor para tomadas de decisões importantes. De fato, sabemos que o temor do senhor é o princípio da sabedoria (Pv 9.10a) , como aponta o verso em destaque, entretanto, em diversas ocasiões necessitamos de sabedoria,  mas como agir sabiamente, se de modo geral não temos buscado sabedoria? Infelizmente, esse cenário é uma triste realidade que pode ser confirmada na maioria dos púlpitos durante as pregações, livrarias ou até mesmo meios digitais, tais como blogs eletrônicos, em que a sabedoria se apresenta como um assunto pouco abordado ou até em extinção, ainda que a Bíblia se dedique a tratar de tal temática em seus livros. Sendo assim, faz-se necessário primeiramente entender do que se trata!

  1. Temor do Senhor e Sabedoria

O livro de provérbios é um bom exemplo que contempla a sabedoria. Seus escritos mostram ensinamentos e verdades que devem ser aplicadas em diversos aspectos. Cabe enfatizar, que não me refiro especificamente aquele tipo de sabedoria que remete a pessoas antigas que possuem vastas experiências, pelo contrário, a sabedoria que vem de Deus não obrigatoriamente envolve essas experiências, mas englobam valores morais que vêm do alto por meio dos ensinamentos bíblicos (Sl 119:100; Tg: 3-17). Com isso em mente, a sabedoria se apresenta como intimamente ligada ao temor do Senhor, pois “para ser sábio, é preciso primeiro temer a Deus, o Senhor.” (Pv 1:7a – NTHL). E daí se ambas podem se relacionar? Importa saber o que representa cada uma.

TEMOR AO SENHOR: é dever de todo homem que se dá pelo conhecimento de Deus (Ec 12.13). Segundo Ray Ortlund¹, o temor do Senhor como princípio da Sabedoria se traduz em obediência e prática à Palavra de Deus que reflete uma nova vida com Cristo na qual existe total abertura para fazer a vontade de Deus (Gn 22.12), que implica no afastamento do mal (Jó 28.28). Lembra que falamos um pouquinho sobre isso no post Ouvir e Praticar? Devemos ter sede por praticar, ou melhor, viver o amor pela Palavra e não apenas ser ouvintes (Tg 1:22a). Temor ao Senhor é a própria sabedoria, porém exige um preço chamado renúncia:

E disse ao homem: Eis que o temor do Senhor é a sabedoria, e apartar-se do mal é a inteligência.” Jo 28:28

SABEDORIA: pode ser entendida como a aplicação da Palavra de Deus da maneira adequada, isto é, por meio da sua compreensão transformada em ações. Vejamos o que diz a Bíblia:

Vede, tenho-vos ensinado estatutos e juízos, como me ordenou o Senhor meu Deus, para que pratiqueis na terra em que ides entrar para a possuir. Guardai-os e praticai-os, pois esta será a vossa sabedoria e o vosso entendimento aos olhos dos povos, que ouvirão todos estes estatutos, e dirão: Este grande povo é realmente sábio e entendido” Dt 4:5-6.

Todavia, não é a mera aplicação pela aplicação, pois a sabedoria que vem do céu tem suas características, das quais se destacam: Ela é pura, pacífica, bondosa e amigável, cheia de misericórdia, produz uma colheita de boas ações, não trata os outros pela sua aparência, é livre de fingimento e trabalha em favor da paz. (Tg 3:17-18). Portanto, não seria precipitado inferir que se muitas vezes não lidamos com sabedoria é porque nosso coração ainda está distante do temor do Senhor.

  1. Uma solução

Não quero culpar a sociedade pelo problema relatado, mas se existe um grande problema esse se concentra em vivermos em uma cultura aquém do ensino da Palavra de Deus. Mais do que isso, não fazemos caso para aprendê-la e ter uma visão correta do mundo. Estamos cansados de saber que “TODA a Escritura é inspirada por Deus e capacita o homem para toda boa obra” (2 Tm 3:17). Todavia, quantas vezes não nos voltamos para ela (e para ELE) a fim de atender os princípios que o próprio Deus nos revelou? A sabedoria vem de Deus!

Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida.” Tg 1:5

Portanto, não a despreze. Busque-a através das Escrituras e aplique na sua vida! Dessa forma, outras pessoas poderão ver as vossas boas obras para que glorifiquem ao Pai, que está nos céus. (Mt 5:16). Amém?

“O TEMOR DO SENHOR É O PRINCÍPIO DA SABEDORIA” (PV 9.10a).

 

REFERÊNCIAS LITERÁRIAS UTILIZADAS:

¹ Raymond C. Ortlund é pastor dirigente da Immanuel Church em Nashville, Tennessee, e autor de Gospel: How the Church Portrays the Beauty of Christ. Referência extraida do seu texto disponibilizado pelo Ministerio Fiel: O Temor do Senhor, 10 de Dezembro de 2015 – Pensamento Cristão ///Tradução: João Paulo Aragão da Guia Oliveira, Revisão: Vinícius Musselman Pimentel.

 

Por | 2017-08-19T23:53:21+00:00 sábado, 29 de julho de 2017|Cristianismo, Diversos, Estudos Bíblicos, , Vida Cristã, vitrine|1 Comentário

Sobre o Autor:

Surpreendido por Deus a cada instante, busco matar o meu "eu " todos os dias a fim de que Ele seja tudo na minha vida. Sou apenas um servo, estudante de Fonoaudiologia. Quero ganhar o Brasil para Cristo e não ser destaque ou motivo de exaltação pessoal!
  • Flávio

    Muito bom 🙂