Como isso veio parar na minha Bíblia?

Diego Cesar 13 de julho de 2017 0




Galera, graça e paz! A Bíblia é o instrumento mais utilizado por Deus para falar conosco, já que é Sua própria Palavra registrada. Quanto mais tempo nos dedicamos a ler as Escrituras, mais descobrimos coisas novas a seu respeito. O Senhor nos ensina algo a cada nova leitura. E isso que faz dela um livro vivo e único.

Pode ser que você já tenha encontrado a menção de alguns livros que não estão dentro da Bíblia durante seu estudo. Vamos a alguns exemplos. Onde estaria o Livro da História do Profeta Ido (2 Crônicas 13.22)? E o Livro dos Justos (Josué 10.13)? O que conhecemos das profecias de Enoque além do que está registrado no Novo Testamento (Judas 14-15)? E quem escreveu o Livro das Guerras do Senhor (Números 21.14)? Ou por que motivo Paulo citaria poetas gregos em seu discurso evangelístico ao povo de Atenas (Atos 17.28)?

Para nos tirar essa dúvida, a Bíblia traz a seguinte mensagem:

Toda Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra. 2 Timóteo 3.16-17

A palavra inspirada no texto original em grego vem de theopneutos, em que theo significa Deus e pneutos quer dizer assoprar. Em outras palavras, a Bíblia foi soprada pelo Espírito Santo nos ouvidos e corações de seus escritores.

Daí, ao invés de ficarmos nos perguntando onde esses livros foram parar ou por qual razão só temos acesso a essas poucas passagens deles, devemos nos prender ao fato de que a Bíblia que temos acesso hoje está constituída dessa forma – com seus 66 livros, 1189 capítulos e 31105 versículos – porque o próprio Deus quis assim.

Aqueles que não creem na inspiração da Palavra espalham a lorota de que ela teve criação e edição humanas, sem a participação de Deus. Se fosse assim, como argumentado no início do post, por que a Bíblia traz tanto impacto ao leitor dela? Outros livros podem ser em certos pontos interessantes à leitura, mas nenhum promove mudança de vida como a Palavra de Deus. Ela foi entregue pelo Senhor a Seus filhos para que estes possam ser cada vez mais assemelhados a Ele.

Confesso que tive o desejo de fazer no NMM uma série de estudos contando a história de cada um desses “enxertos”. Mas o que vale a pena de verdade é saber que se está registrado na Bíblia, por mais que seja um simples versículo, é para que nossa edificação seja algo concreto, assim como as boas obras.

Terei prazer nos Teus decretos; não me esquecerei da Tua palavra. Salmo 119.16

Semana abençoada, em nome de Jesus. Abração!




Deixe um comentário »