Cristão para inglês ver

Diego Cesar 6 de julho de 2017 2




Galera, a paz! Em tempos que redes sociais ditam o que ou não fazer, muitos cristãos se deixam levar pela onda e acabam aprisionados à necessidade de expor ao mundo inteiro suas ações. Há uma expressão popular que ensina que algumas coisas são para inglês ver, isto é, que são puro exibicionismo e não têm conteúdo nelas próprias. Pois é. Existem crentes para inglês ver.

Os discípulos de Jesus são a luz do mundo (Mateus 5.14-16) e o sal da terra (Mateus 5.13) e o nome do Senhor deve ser conhecido entre os gentios através de nossas boas ações (1 Pedro 2.12). Então qual seria o problema de divulgar o que fazemos para Deus num Instagram ou Facebook da vida? Quem sabe um videozinho no Snapchat… O peso das ações de um cristão repousa no propósito que as originou.

Quando o foco do crente está na promoção da sua imagem pessoal, ele pode, por exemplo, acabar com o problema da fome no mundo e mesmo assim seu esforço não terá validade nenhuma.

Tu, porém, ao dares a esmola, ignore a tua mão esquerda o que faz a tua mão direita; para que a tua esmola fique em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará. Mateus 6.3-4

Devemos agir como bons cristãos não porque o pastor, a irmã do ministério de louvor ou o primo estão vendo. Somos convidados a servir uns aos outros em humildade porque nisso o nome do Senhor é glorificado. E não só no serviço. O nosso íntimo com Deus deve ter esse sentido também.

Tu, porém, quando jejuares, unge a cabeça e lava o rosto, com o fim de não parecer aos homens que jejuas, e sim ao teu Pai, em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará. Mateus 6.17-18

Se as coisas não forem feitas para o Senhor, do que adianta carregar o rótulo de cristão? Lembre-se do que Paulo escreveu à igreja de Colossos:

Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens, cientes de que recebereis do Senhor a recompensa da herança. A Cristo, o Senhor, é que estais servindo. Colossenses 3.23-24

Avalie o sentido que a publicidade de seu cristianismo anda tomando. Afinal de contas, você tem feito as coisas para Deus mesmo?

Semana abençoada, em nome de Jesus. Abração!




2 Comentários »

  1. Marina 7 de julho de 2017 às 13:20 - Reply

    Muito edificante, só li verdades. Temos que lembrar que a essência é exaltar a Deus não nós mesmos.

    • Diego Cesar 7 de julho de 2017 às 14:44 - Reply

      Justamente, Marina.

Deixe um comentário »