Crente à prova de tudo?

Diego Cesar 16 de março de 2017 0




E aí, pessoal. Beleza? Um erro perigoso que se pode cometer é o de se achar forte o suficiente para suportar as tentações que são oferecidas de bandeja diariamente. Sim, porque elas virão. Independente do tempo de igreja que nós temos ou da função que exercemos em nossa congregação.

A parada é tão séria que a recomendação que a Bíblia traz para os cristãos não é de enfrentar a tentação, mas de fugir.

Tu, porém, ó homem de Deus, foge destas coisas; antes, segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a constância, a mansidão. 1 Timóteo 6.11

Não ache que é covardia deixar de enfrentar o pecado. Pelo contrário. Loucura é achar que temos capacidade de aguentar o tranco só pelo fato de sermos cristãos. Vamos ao exemplo: um alcoólatra não consegue beber socialmente. Ele sempre consumirá doses de bebida a ponto de cair no chão de tão bêbado. Do mesmo jeito, um fumante não consegue passar o dia inteiro com um só cigarro. Ele acabará com uma carteira facilmente antes do meio-dia.

Por tabela, um pecador (e isto eu e você entramos na jogada) não pode brincar com as tentações.

Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca. Mateus 26.41

Preste atenção ao detalhe. Jesus alerta para não entrarmos (isto é, cairmos) em tentação. Não é problema sermos tentados. Até o Senhor passou por tentações nos 40 dias no deserto (Marcos 1.12-13), mas não cedeu.

Porque não temos sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; antes, foi Ele tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado. Hebreus 4.15

Deus é tão misericordioso para com Seus filhos que nos dá o livramento ao sermos tentados (1 Coríntios 10.13). Como seria isso? Basta perceber que o Espírito Santo nos exorta a tomar o caminho contrário assim que a tentação bate na porta do coração. Mas para que tenha efeito esse aviso, precisamos estar mais sensíveis à voz do Senhor, sabendo reconhecê-la e, principalmente, obedecendo a ela.

Então, se você se acha um crente “superior”, vá baixando essa bola. Tenha humildade em admitir que sem o cuidado de Deus sobre sua vida é provável que dê de cara com o chão no primeiro encontro com o pecado. Lembre-se também que fugir da tentação é a única escolha daquele que quer se manter firme diante do Senhor.

Semana abençoada, em nome de Jesus. Abração!




Deixe um comentário »