Quando a natureza vem à tona

Carol Menezes 10 de janeiro de 2017 0

Oi oi! Todos bene?

No último ano, Deus me confrontou sobre muuuuitas coisas. Muitas delas passavam despercebidas por meus olhos e outras eu ignorava porque não queria admitir. No entanto, depois de algum tempo sendo corrigida nesses pequenos detalhes, comecei a questionar ao Senhor sobre o por que Dele insistir tanto nesses detalhes.

Andando na região próxima ao meu trabalho, fiquei impressionada com o estrago que a raiz de uma árvore fez em uma calçada. Assim como eu, você já deve ter visto essa cena antes, mas aquele dia isso pareceu saltar aos meus olhos. Em seguida, o Espírito Santo sussurrou ao meu coração: a natureza é sempre mais forte. Uma hora ela vem à tona.

Isso causou uma explosão no meu cérebro.

Entendi o Senhor dizendo: preciso me apegar aos detalhes, pois sua natureza precisa ser transformada. Do contrário, por mais firme que seja a estrutura (calçada) que você colocou por cima, uma hora ela irá aparecer e você perceberá que ainda caminha distante da minha vontade.

Que história é essa de natureza?

Quando o pecado entrou na humanidade nossa natureza foi corrompida. Nós que havíamos sido feitos imagem e semelhança de Deus, nos tornamos desde o Éden merecedores da ira de Deus.

Anteriormente, todos nós também vivíamos entre eles, satisfazendo as vontades da nossa carne, seguindo os seus desejos e pensamentos. Como os outros, éramos por natureza merecedores da ira. Efésios 2:3

Todas as vezes que satisfazemos as vontades e desejos da nossa carne, manifestamos essa natureza pecaminosa.

Vale uma distinção importante aqui. Quando recebemos o Senhor Jesus, nos arrependemos dos nossos pecados e declaramos que cremos no seu sacrifício e amor, recebemos a Justificação de Deus. Através dela fomos feitos justos por meio de Cristo e não por nós mesmos (2 Coríntios 5:21). Todavia, daquele momento até o dia em que entrarmos no céu, passaremos pelo processo de Santificação. Através dele, somos libertos da corrupção do pecado. É essa santificação que faz com que dia a dia nos afastemos do comportamento obtido através da natureza corrompida (ou seja, contaminada pelo pecado) e nos aproximemos da estatura de varão perfeito que era o plano original de Deus pra nós.

“Mas Caro, não recebemos uma nova identidade (e natureza) em Cristo?”

Sim, essa explicação do meu querido pastor Farley Labatut pode ajudá-lo a entender onde pretendo chegar:

Já existe uma nova natureza. Mas se existe uma nova, consequentemente existe uma velha. Onde foi parar esta velha natureza quando surgiu a nova? Ela está em algum lugar, precisa ser diariamente descoberta pela nova natureza, e despida por ela.

Vamos entender a natureza com uma tendência natural de fazer algo, como as árvores que naturalmente crescem suas raízes para baixo, e as trepadeiras que tem uma natureza totalmente diferente, crescendo suas raízes para cima. A natureza delas mostra que são diferentes, até opostas. Ela as impulsiona a viver de uma forma ou de outra, com raízes na terra, ou em direção ao céu.

Quando somos salvos, convertidos, uma natureza espiritual, ou no espírito nasce. Essa nova natureza nos impulsiona para uma vida no Espírito. E a velha natureza ficou onde? Na carne, no corpo. O processo de santificação, é quando nosso espírito, que recebeu uma nova natureza, se despoja (se despe) gradualmente da natureza do pecado, que ainda reside no corpo e quer se manifestar.

“Quanto à antiga maneira de viver, vocês foram ensinados a despir-se do velho homem, que se corrompe por desejos enganosos, a serem renovados no modo de pensar e a revestir-se do novo homem, criado para ser semelhante a Deus em justiça e em santidade provenientes da verdade.” Efésios 4:22

“Não mintam uns aos outros, visto que vocês já se despiram do velho homem com suas práticas e se revestiram do novo, o qual está sendo renovado em conhecimento, à imagem do seu Criador. Nessa nova vida.”Colossenses 3:9-11

Você recebeu uma nova identidade, mas pra retornar a casa do Pai precisa despir-se da sua velha natureza. Permita que o Espírito Santo te ajude a descobrir e despoja-se por completo. Assim, em situações cotidianas, a natureza que virá á tona, será a restaurada e não mais a merecedora de ira.

Deus abençoe vocês!

#Atéterça

😉



Deixe um comentário »