Riquezas

Diego Cesar 15 de dezembro de 2016 1




hundredthousanddollarsE aí, pessoal. Tranquilidade? Muitos já estão de férias do trabalho ou dos estudos. Daí fica mais fácil dedicar o tempo para refletir sobre nossa vida com o Senhor. Evidente que analisar a qualidade do relacionamento cristão deve ser uma prática diária, mas em dias em que o programa mais elaborado é dormir até tarde, incentivo que você tenha esse cuidado em particular.

Por exemplo, o que é pobreza na sua opinião? Provável que responda “a falta de dinheiro” ou “não ter coisas caras”. Bom, em certo ponto são respostas pertinentes. Porém, um tipo de pobreza que deveria incomodar muito mais você é a espiritual.

Em dias que há teologias (entre aspas) que prezam a condição financeira em detrimento do crescimento espiritual, fica fácil perceber o quanto o ter parece mais importante que o ser para esta geração.

Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam. Mateus 6.19-20

As riquezas terrenas não têm utilidade alguma no mundo espiritual. Todo o esforço em ser uma pessoa de influência e posses aqui não valerá de nada na eternidade. Chega a ser engraçado (se não fosse trágico) ver tantos fazendo das tripas coração em nome da fama e do dinheiro e esquecendo do principal, que é a própria salvação.

Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Marcos 8.36

Um dito popular ensina que no caixão não há gaveta. Nossos poucos dias precisam ser aproveitados da melhor maneira possível. E correr atrás das riquezas que o mundo oferece está bem longe de ser uma atitude inteligente.

Considerei todas as obras que fizeram as minhas mãos, como também o trabalho que eu, com fadigas, havia feito; e eis que tudo era vaidade e correr atrás do vento, e nenhum proveito havia debaixo do sol. Eclesiastes 2.11

Creio que investir no relacionamento que temos com Deus é a forma mais sensata de dar sentido à vida. Afinal, é consequência da administração desse relacionamento passar a eternidade ao lado do Senhor ou totalmente apartado dEle.

Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus. Efésios 5.15-16

Semana abençoada, em nome de Jesus. Abração!




Um comentário »

  1. Cah 11 de janeiro de 2017 às 14:52 - Reply

    Amém!!

Deixe um comentário »