Amor

Mozart Remigio 11 de dezembro de 2016 0

Amor - Amando uns aos outros

Fala galera, tudo bom? Mais um domingo em que tenho a alegria de vir aqui e trazer uma ilustração para vocês.

E o versículo ilustrado de hoje é talvez um dos mais simples, porém mais profundos da bíblia:

Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor.
1 João 4:8

Deus é amor!

Essa é uma afirmação que já foi tanto usada que parece até que já perdeu o peso, virou um jargão. É como se diamante caísse do céu, assim como a água da chuva. De tão abundante, perderia o valor, não teria a graça pendurar um colar com essa linda pedra, se todo mundo tivesse uma igual.

Aliás, falando em chuva, a própria água, de tão abundante que era em nosso planeta, não tinha valor algum. Usávamos de todas as maneiras possíveis, desperdiçando de forma irresponsável. Eu mesmo vivia brincando na pia durante horas quando era pequeno, bem diferente de hoje em dia, que está em falta e é tão importante.

O ser humano é assim! Não dá valor para aquilo que é abundante, não importando se é precioso. Mas valoriza o que é raro, mesmo que aquilo seja ruim.

Me lembra uma vez em que experimentei caviar. Isso mesmo, eu já vi e já comi essas ovinhas de peixe. Foi num aniversário da minha sogra, ela ganhou de presente um potinho bem pequeno (e caro), já que sempre teve vontade de provar. E para a surpresa de todos, o gosto era horrível! Tem gosto de peixe, mas super forte… Sardinha em lata esquecida na geladeira é mais gostosa.

E parece que essa mesma inversão de valores aconteceu com o amor de Deus. O seu amor abundante foi perdendo espaço no coração das pessoas, dando lugar para o que, até então, era raro: o sofrimento.

Há uma apreciação muito grande pelo sofrimento, tanto pessoal quanto alheio. Parece que o que nos machuca tem mais valor do que o que nos cura. Halloween, filmes de terror, imagens macabras, assassinato, depressão e suicídio tem entrado no hall da fama e despertado o desejo de muitos. É o cachorro lambendo as feridas, impedindo que o remédio faça efeito.

O pecado desperta esse desejo em nós, de valorizar o que é podre e rejeitar o que é perfeito. Mas Deus é amor! E de tanto nos amar, basta que haja uma frestinha em nossos corações para que ele despeje sua essência em nós!

E essa essência de amor, que é o próprio Espírito Santo, nos levará a enxergar de uma maneira diferente, a valorizar o que de fato é importante e nos usando para despertar em outros o mesmo amor que recebemos!

Na dificuldade

Essa foi uma semana difícil para mim, onde estava meio desanimado, mas só foi ouvir um pouco de louvor e abrir meu coração para Deus, que fui preenchido novamente por seu amor.

Seu amor nos sustenta, nos dá paz, alegria e força, lança fora todo o medo, angústia, tristeza e rancor. O amor de Deus é perfeito, infinito e sublime. Quanto mais deste amor, mais o valorizaremos.

E se você está desanimado, tem passado por lutas, dificuldades e parece meio perdido, assim como eu estava, dê um único minuto para Deus, dê um espaço para Ele. Diga “eu te amo Deus”, e você verá o quão grande é o amor Dele por você.

Amo vocês! Vamos juntos nessa, sabendo que Deus cuida de todos nós.
Nos vemos daqui 15 dias, se Deus permitir, com mais um versículo e mais uma ilustração!

Abraços, Mozart.

 



Deixe um comentário »