Espelho

Mozart Remigio 27 de novembro de 2016 10




espelho-post

E aí pessoal, tudo bem?
Hoje eu gostaria de compartilhar uma experiência meio diferente que tive, mas que foi muito impressionante para mim.

Minha cunhada se mudou para uma cidade do interior, bem próxima de São Paulo, e logo no primeiro final de semana, fomos dormir lá para dar uma força na arrumação. É uma casa bem bacana, num pequeno condomínio com bastante área verde em volta.

Mas apesar de seus três quartos, precisamos dormir no sofá da sala, de forma bem improvisada mesmo. Até colocamos um cobertor tapando a janela, para que a iluminação da rua não atrapalhasse o sono da minha esposa, que se incomoda bastante com isso.
Diferente dela, eu sou daqueles que dorme feito pedra. Demoro para pegar no sono, mas depois não acordo por nada. Mas naquele dia acabou sendo diferente, por volta das três da manhã acordei, sem sono algum para voltar a dormir.

A semana tinha sido difícil. Vários problemas estavam na minha mente e isso estava mesmo tirando o meu sono. Peguei então o celular para tentar me distrair e acabei vendo uma mensagem de um amigo meu, se oferecendo para me ajudar na situação que me chateava. Foi como se tivessem arrancado um peso enorme das minhas costas. Ali eu pude provar na prática o amor de Deus sobre mim, vindo através da vida desse meu amigo.

O choro veio naturalmente, enquanto agradecia a Deus e foi então que ouço a linda voz do Espírito Santo dentro de mim:

“Você deseja ver a minha face?”

“Meu Deus!” Aquilo foi assustador para mim. Porque logo me lembrei de Moisés, que só conseguiu ver as costas de Deus. Pensei em tantos outros heróis da fé que não viram ao Senhor. Mas até aí, foi só uma pergunta não é? Respondi que sim!

“Vai até a cozinha, lá você verá a minha face” – Ele me respondeu de volta.

Nesse ponto eu já fiquei em pânico, me perguntando do por que que minha mente ficava pensando essas coisas. Como seria possível ver a face do Senhor? De certo que morrerei (aquela hora que você até começa a falar mais difícil).

Mas esse pensamento era insistente em minha mente. Eu já tinha perdido o sono e não queria arriscar a perder a chance de ver a Deus.

Me levantei e fiz o maior silêncio possível no trajeto do sofá até a porta de correr da cozinha. Fiquei ali parado tremendo e pensando como seria a visão depois que eu abrisse a porta. Na minha mente eu imaginava uma grande luz, vento soprando, som de trombetas, eu caindo ao chão como João em Apocalipse.

Tomei coragem e abri a porta aos poucos e, é claro, não havia nada de sobrenatural naquela cozinha. Fiquei um pouco desapontado, mas já que estava ali, decidi tomar um copo de água. Fui até a pia, olhei pela janela: tudo escuro. Procurei um copo e não achei. Voltei, acendi a luz. Quando cheguei em frente da pia de novo, olhei para a janela e vi, como num espelho, o meu rosto sendo refletido no vidro.

Comecei a chorar de maneira incontrolável, o Espírito falou claramente ao meu coração:

“Essa é a minha face, a mesma que a sua. Esqueceu que eu habito dentro de você? Porque você não confia em mim? Porque se preocupa com problemas tão pequenos? Não sabe que eu sou Deus e que cuidarei de tudo para você?”

A partir desse momento eu só consegui pedir perdão ao Espírito Santo. Não foi como uma oração, foi mais como um grunhido mesmo, não consegui orar. Voltei ao sofá e logo dormi. Ser lembrado, de maneira tão impactante de que o Senhor habita em mim, me trouxe muita paz. Ele cuida dos meus problemas, não é por minha força, capacidade ou mérito, é por seu amor por mim que é infinito.

Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.
2 Coríntios 3:18

Em momentos de dificuldade estamos mais vulneráveis e com o rosto descoberto, é ali que Deus aparece. Quem dera se sempre estivéssemos com o rosto descoberto quando fossemos orar. Sem máscaras, sem armaduras, sem orgulho, despidos do ego humano que nos afasta de Deus. E sabe o que é melhor, quando Ele aparece, não é apenas para o nosso bem, mas também para os que estão ao nosso redor.

Um grande abraço pessoal, espero que seja edificante a vocês.
Estou escrevendo aqui a cada 15 dias, nos domingos.

Nos vemos na próxima!

Mozart.




10 Comentários »

  1. Caro Menezes 28 de novembro de 2016 às 10:24 - Reply

    Cara, muito obrigada por seu texto! Sério, precisava ler isso.
    Glória a Deus por sua vida! 😉

    • Mozart Remigio 28 de novembro de 2016 às 15:40 - Reply

      Glória a Deus! É maravilhoso saber que o texto foi edificante para alguém rsrs

  2. Cayana 28 de novembro de 2016 às 11:15 - Reply

    Tremendo! Experiencias que nos levam a desfrutar do Rhema! Obrigada por compartilhar!

  3. Tais 28 de novembro de 2016 às 13:41 - Reply

    Uau! Só o Espírito Santo para nos fazer vivenciar tais coisas Mozart. E sabe o que eu acho mais interessante, às vezes a gente associa o sobrenatural há algo que nunca vimos ou imaginamos, e de certa forma é verdade, mas aí vem Deus nos mostrando que o sobrenatural com Ele é vivido diariamente, nas coisas simples, nos toques do Espírito… Ele é massa demais!!! 😀

    • Mozart Remigio 28 de novembro de 2016 às 15:55 - Reply

      Verdade Tais, a gente fica esperando as coisas mais malucas possíveis, mas Deus é tão simples e ao mesmo tão profundo. Só ele mesmo!

  4. karina 29 de novembro de 2016 às 7:35 - Reply

    Nossa, eu quero essa experiência também.
    Imaginei cada palavra escrita :O

    Ele é demais!

    • Mozart Remigio 29 de novembro de 2016 às 17:20 - Reply

      😀
      O mais legal é que Deus é infinito… Ele sempre vai ter uma forma incrível, porém simples, de falar conosco.
      Como diz o meu pastor, a oração é uma conversa, nós falamos e Ele responde!

  5. gabriela de souza ferraz 29 de novembro de 2016 às 10:38 - Reply

    Meus Deus que mensagem!!!! Tive a vontade de chorar aqui mesmo na cadeira onde trabalho :'( . Que Deus abençoe sua vida Mozart . Abrçs

    • Mozart Remigio 29 de novembro de 2016 às 17:16 - Reply

      Imagino eu então, se não fiquei chorando horrores kkkk
      Deus te abençoe também Gabriela!

Deixe um comentário »