Amor: menos teoria e mais prática!

Leonardo Gleygson 22 de outubro de 2016 4




De que forma você tem amado o próximo? Sem dúvidas, falar de amor pode ser algo delicado e antes de tudo um desafio, principalmente para pessoas que assim como eu têm dificuldades para demonstrar. Mas vamos com calma, apertem os cintos, o post está só começando!

amor-menos-teoria-e-mais-pratica

A palavra amor carrega um conceito amplo, uma vez que esta não se restringe a um sentimento, mas envolve renúncias, entrega, razão e atitudes. De fato, no decorrer de toda a Bíblia é abordado o incrível amor de Deus, em que Ele se dispõe de forma a se relacionar com o seu povo, pois Ele é o Amor (1 João 4:8) e manifesta sua graça por meio do seu agir, a saber, o sacrifício de Jesus para nos salvar e oferecer vida (1 João 4:9).  Talvez o que mais me impressione é imaginar que antes que pudéssemos fazer algo, rejeitar ou aceitar, Deus simplesmente nos amou até o fim (João 13:1). Mas, o que temos feito com esse Amor?

Parece que virou modismo falar de amor, o fato é que aceitamos o amor na teoria, sentados nos bancos das igrejas (no templo), porém o rejeitamos na prática, ou seja, muitas vezes não fazemos nada. Em um belo dia, estava eu pensando na vida, quando de repente passou alguém na minha frente com uma camisa que estava escrito:

Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vós tiverdes amor uns aos outros.” João 13:35

A partir daí, não consegui parar de pensar nesse versículo que durante dias era relembrado e associado a questionamentos, como: Será que realmente amo a Cristo e sou seu discípulo e, por consequência, amo ao próximo? Tudo isso me levou a estudar melhor o contexto em que o verso foi empregado.

Antes de ser levado à Cruz, após acabada a ceia, tendo reunido os discípulos e anunciado a traição, Jesus se preocupou em demonstrar para os seus seguidores o quanto os amava através de um episódio bastante conhecido, onde se dispôs a lavar os pés deles. Certamente, na época de Jesus, lavar os pés de alguém era uma tarefa tida como atividade serviçal, mas nesse caso pode ser vista, sobretudo, como um ato de amor e humildade. Dessa forma, pode-se inferir que Cristo não estava limpando apenas a poeira dos pés dos discípulos, mas também lançando fora as dúvidas e dificuldades encontradas em demonstrar o zelo com o próximo.  Eis aqui algo surpreendente, pois Aquele que reina sobre todos e Criador do universo se ajoelha diante dos seus para tal. Mas, porque Ele fez isso? Para nos dar o exemplo e assim como Ele fez, pudéssemos fazer também (João 13:15) de forma a seguir seu mandamento:

Amai uns aos outros, como eu vos amei” João 13:34

Portanto, a partir do momento em que estivermos prontos para colocar em prática o que Cristo nos deixou, seja ao lavar os pés de alguém, ou melhor, em cada atitude, poderemos amar o próximo não somente com palavras, mas por obras em verdade (1 João 3:18) e em contrapartida engrandecer o nome daquEle que nos amou primeiro a ponto de que outras pessoas o reconheça; pois não faz sentido permanecer em teorias, se o amor se prova no dia a dia através de atitudes. Que tal aprender com Cristo?

Deus te abençoe e até a próxima!

Abraços,

Leo 🙂




4 Comentários »

  1. Pauline Pulford 24 de outubro de 2016 às 0:01 - Reply

    Absolutely true Leo – thank you for reminding me xxxx

    • Leonardo Gleygson 11 de novembro de 2016 às 9:36 - Reply

      I glad to see you here! Thanks for that.
      God bless you 🙂

  2. Raiane Tamares 26 de outubro de 2016 às 13:09 - Reply

    muuuuuuuuuuuuito bom *-* Recebi muito através dessa palavra, e estou ansiosa para passar ela para as pessoas que não conhecem o amor verdadeiro. <3

    • Leonardo Gleygson 11 de novembro de 2016 às 9:38 - Reply

      Amém <3 É muito bom saber que Deus tem usado alguem tão imperfeito como eu para abençoar outras pessoas, fico feliz em ouvir isso! Vamos sim compartilhar esse Amor 🙂

Deixe um comentário »