Pescadores

Luiz Roselli 4 de fevereiro de 2015 1

“E, andando junto do mar da Galiléia, viu Simão, e André, seu irmão, que lançavam a rede ao mar, pois eram pescadores. E Jesus lhes disse: Vinde após mim, e eu farei que sejais pescadores de homens. E, deixando logo as suas redes, o seguiram” (Mc 1.16-18)

Nessa passagem, Jesus volta para Galiléia após a prisão de João Batista e inicia seu ministério pregando o evangelho de Deus (1.14) e recrutando discípulos para a obra de Deus. Nos versículos que destacamos, Jesus chama Simão e André, dois irmãos pescadores, para agora serem pescadores de homens e não mais de peixes. Essa passagem traz inúmeros ensinamento para nós hoje, e gostaria de destacar alguns deles aqui:

FSLO-1326563388-111388

1º) Jesus chama cooperadores para fazer a obra – O Reino de Deus está sendo estabelecido e Jesus está recrutando trabalhadores. Os que são chamados à salvação são também convocados para um treinamento a fim de alcançar e pescar outros. Foi assim com Simão e André e é assim conosco hoje também.
– Ser pescador de homens é um privilégio: a missão é de Jesus, mas ele nos dá o privilégio de sermos cooperadores com ele na missão de resgatar a humanidade e implantar o Reino de Deus de paz, justiça e alegria.
– Ser pescador de homens é uma obrigação: a chamada para a obra de Deus não é somente um privilégio ou uma mera opção, é uma obrigação e mandamento para todo discípulo de Jesus (Mt28, Mc16, Lc24). Quem não obedece não pode ser discípulo do Mestre.
– A obra da evangelização é para todos!

2º) Jesus chama pela graça e misericórdia – Os irmãos pescadores não foram chamados porque mereciam, ou porque eram bons suficientes; não entraram em campo por serem os melhores ou mais capacitados; eles foram chamados pela graça e misericórdia de Jesus.
– Ninguém merece ser chamado, mas pela graça podemos ser cooperadores
– Ninguém está trabalhando para Deus porque é superior, mas por causa da misericórdia

3º) Jesus chama para seu trabalho pessoas humildes – Jesus não foi buscar seus discípulos entre os estudantes das escolas de teologia rabínicas nem dentre a elite sacerdotal. Nem mesmo chamou aqueles de refinado saber, mas recrutou-os das classes operárias, no meio dos pescadores. Deus escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios (1Co1.26-27). Jesus chamou homens iletrados e com eles revolucionou o mundo. Deus não precisa de estrelas, precisa de homens preparados por ele e capacitados pelo Espírito Santo. A Igreja começou com poucos pescadores e espalhou-se pelo mundo e está estabelecida até hoje.
– Qualquer um de nós, sem distinção/exceção pode fazer grande diferença nesse mundo
– Como dizia John Wesley: “Dê-me cem homens que não temam nada senão a Deus e o pecado, e com eles abalarei o mundo”. Que possamos ser esses homens

4º) Jesus chama para pescarmos o homem todo – Jesus chamou aqueles irmãos para pescarem o homem como um todo, o homem integral.
– Precisamos de homens que pesquem vidas do inferno e pesquem também o valor do ser humano; pescadores de dignidade, sorriso, igualdade, respeito, irmandade, amor, justiça; que pesquem o ser humano dentro dos humanos!
– Quando o Reino de Deus é estabelecido, ele transforma todas as áreas da vida humana!

Minha oração é para que possamos ser discípulos obedientes, humildes e poderosos na mão de Deus!
SOLI DEO GLORIA

Um comentário »

  1. Sabrina 13 de junho de 2015 às 12:51 - Reply

    Que texto maravilhoso! Deus continue te abençoando! 🙂

Deixe um comentário »