Bem-aventurados os misericordiosos!

Luiz Roselli 3 de dezembro de 2014 1

“Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia”
(Mateus 5.7)

Este incrível ensinamento de Jesus está dentro de um conjunto de versículos que chamamos de “as bem-aventuranças” de Jesus (Mt 5.1-12), contidas em uma série de ensinamentos e valores reunidos e sintetizados por Mateus que chamamos de “O Sermão do Monte” ou “A Ética do Reino de Deus” (Mt 5.1-7.29). As “bem-aventuranças” começam com a palavra bem-aventurados (μακαριος makarios) que significa ditoso, feliz, digno de ser felicitado ou plenamente satisfeito.
Neste versículo então, Jesus diz que felizes são os misericordiosos, porque eles irão alcançar misericórdia. Misericórdia aqui é gr. ελεεω eleeo, que significa ter misericórdia de, ajudar alguém aflito ou que busca auxílio, ajudar o aflito, levar ajuda ao miserável.
Felizes são os que ajudam o próximo, felizes são os assumem o sofrimento dos outros e os tornam seus, felizes são os que socorrem os aflitos, os que olham para os necessitados, estendem a mão para o pobre, providenciam saídas para os desesperançados, levam recursos aos miseráveis, boas notícias aos perdidos, perdão aos pecadores, paz aos perturbados.

mercy

Tasker comentando sobre esse versículo diz:

“Os misericordiosos são aqueles que estão conscientes de ser indignos recipientes da misericóridia de Deus e que, se não fosse por essa misericórdia, eles não seriam apenas pecadores, mas pecadores condenados. Consequentemente esforçam-se por refletir no seu convívio com os outros algo da misericórdia que Deus mostrou para com eles. E quanto mais fazem isto, mais a misericórdia de Deus se estende a eles.”

Os misericordiosos são felizes! Mas por quê?
Porque:
– Ser feliz é receber a misericórdia de Deus e apresentá-la a outros
– Ser feliz é saber que a misericórdia de Deus se renova sobre mim e por isso a minha em relação ao outro também se renova, mesmo quando decepcionados, enganados e blasfemados
– Ser feliz é se livrar do egoísmo e egocentrismo
– Ser feliz é compartilhar, dar, dividir
– Ser feliz é amar sem reservas, porém com sabedoria e sensatez
– Ser feliz é pela graça ser achado por Deus como um misericordioso
– Ser feliz é obedecer e parecer com o Mestre e Salvador Jesus Cristo

Na perspectiva do Reino, somos felizes quando a misericórdia e graça divina transbordam do nosso coração e vida e alcançam os outros.
A pergunta que fica não é “Somos felizes?”, pois essa é a consequência. A pergunta que fica para ser respondida é “Somos misericordiosos?”.

Somos misericordiosos?

Soli Deo Gloria



Um comentário »

  1. Leandro Fernandes 4 de dezembro de 2014 às 6:30 - Reply

    Ensinamento maravilhoso, fundamental, e que, às vezes, temos dificuldade de colocar em prática.

    Que Deus continue te abençoando!

    Abraço!

Deixe um comentário »