A Beleza do Dízimo

Matheus Ortega 6 de fevereiro de 2012 30




Você sempre quis saber porquê deve dar 10% pra igreja? Deve dar mesmo ou é opcional? Por que esta prática traz tanta discussão e polêmica no mundo?

Bom, primeira coisa que quero falar é: este post é a minha visão neste assunto, baseado no que a Bíblia fala. Se você discordar de algo, apresente seus pensamentos e vamos discutir construtivamente sobre este tema nos comentários.

1. O Dízimo é um mandamento?

Essa pergunta é difícil. Muitos forçam a barra nesse tema, enquanto outros acham que “pode dar o tanto que quiser.” A passagem mais citada na Bíblia sobre dízimo é Malaquias 3:10 – “Tragam o dízimo todo ao depósito do templo, para que haja alimento em minha casa. Ponham-me à prova”, diz o Senhor dos Exércitos, “e vejam se não vou abrir as comportas dos céus e derramar sobre vocês tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las.”

Deus fala para trazermos o dízimo (10%) do que temos para suprir as necessidades do templo.

Mas por que esta quantia? E é obrigatório?

Antes do dízimo (10%), Deus estabeleceu um mandamento para seu povo, os israelitas:

  • “Traga o melhor dos primeiros frutos da terra ao santuário do Senhor, o seu Deus.” (Êxodo 34:26)
  • “Honre o Senhor com todos os seus recursos e com os primeiros frutos de todas as suas plantações.” (Prov. 3:9)
  • “Dou a você o melhor azeite e o melhor vinho novo e o melhor trigo que eles apresentarem ao Senhor como primeiros frutos da colheita. (Num. 18:12)

Já tinha ouvido falar desse tal de “primeiros frutos”? Os primeiros frutos eram os melhores frutos da colheita. E estes eram para ser dados para Deus, para os sacerdotes do templo.

Interessante. Estudando sobre os primeiros frutos o que parece agradar a Deus não é tanto a quantidade (10%), mas o fato de ser o melhor que você tem.

Mas o 10% era uma lei ou não?

Sim. O dízimo era uma lei que Deus instituiu para o povo de Israel, para a própria subsistência do povo. A tribo de Levi não tinha herança na terra (ou seja, não podiam produzir renda), porque Deus estabeleceu os levitas como sacerdotes. E os 10% de todos israelitas iam para prover sustento para os levitas e para cuidar do templo.

  • “Separem o dízimo de tudo o que a terra produzir anualmente.” (Deut. 14:22)
  • “O dízimo dos seus rebanhos, um de cada dez animais que passem debaixo da vara do pastor, será consagrado ao Senhor.” (Lev. 27:32)

Mas o 10% é uma lei hoje ainda?

Bom, para sabermos o que mudou do tempo de Israel para hoje, devemos ver o que Jesus falou sobre isso. Se prepara porque Jesus não pega leve:

“Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês dão o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, mas têm negligenciado os preceitos mais importantes da lei: a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Vocês devem praticar estas coisas, sem omitir aquelas.” Mateus 23:23

Jesus disse: dê o dízimo, mas não deixe de praticar o que é mais importante: a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Você deve dar o dízimo, mas não seja religioso. Não queira saber se deve dar ou não só pra cumprir com suas obrigações. Jesus fala para darmos com alegria – a disposição em dar vale muito, assim como o próprio ato de dar.

2. Eu dou o dízimo, mas é muito difícil dar meu dinheiro. É errado dar sem alegria?

Pensa assim – quando você dá um presente para um amigo, e você dá com um sorriso no rosto, ele não vai ficar MUITO mais feliz do que se você der por obrigação, só porque é aniversário dele?

Deus ama a quem dá com alegria. Deus fala que não se agrada de sacrifícios e “dízimos” dados por obrigação, sem ser sincero (Hebreus 10:8). Ele quer mais que seu dinheiro – Ele quer seu coração. E se você der seu coração pra Deus, dar o seu dinheiro para Deus não será um peso, mas sim uma alegria.

Por isso, se você acha difícil dar o dízimo, e não dá com prazer, busque entregar cada vez mais o seu coração para Deus, pois assim você encontrará mais prazer em dar do que receber.

3. Dar o dízimo é suficiente?

A Bíblia fala sobre dízimo e ofertas. Ofertar é praticar o Cristianismo nas finanças. Pode doer um pouco dar de seus próprios bens, mas isso que é ser cristão – é compartilhar uns com os outros segundo a necessidade de cada um.

Devo dar 10% em ofertas também, além do dízimo?

Não, porque a Bíblia mostra como oferta é algo voluntário e sincero, e não por obrigação. “Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria.” (2 Cor. 9:7)

A primeira passagem de oferta a Deus na Bíblia é a de Abel e Caim. E ela mostra a essência do que é dar para Deus.

Abel tornou-se pastor de ovelhas, e Caim, agricultor.
Passado algum tempo, Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor.
Abel, por sua vez, trouxe as partes gordas das primeiras crias do seu rebanho. O Senhor aceitou com agrado Abel e sua oferta,
mas não aceitou Caim e sua oferta. Por isso Caim se enfureceu e o seu rosto se transtornou.
O Senhor disse a Caim: “Por que você está furioso? Por que se transtornou o seu rosto?
Se você fizer o bem, não será aceito? Mas se não o fizer, saiba que o pecado o ameaça à porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo”.
Gênesis 4:2-7

Ou seja, Deus se agrada de quem dá o melhor para Ele.

Lembre-se disto: dê 10% do seu dinheiro com 100% do seu coração, porque é isso que vale para Deus.

Jesus sentou-se em frente do lugar onde eram colocadas as contribuições, e observava a multidão colocando o dinheiro nas caixas de ofertas. Muitos ricos lançavam ali grandes quantias.
Então, uma viúva pobre chegou-se e colocou duas pequeninas moedas de cobre, de muito pouco valor.
Chamando a si os seus discípulos, Jesus declarou: “Afirmo-lhes que esta viúva pobre colocou na caixa de ofertas mais do que todos os outros.
Todos deram do que lhes sobrava; mas ela, da sua pobreza, deu tudo o que possuía para viver”.
Marcos 12:41-44

4. Por quê causa tanta polêmica dar para Deus?

A polêmica é que muitos pastores roubam dinheiro que é para ser “para o templo” – para sustentar o salário dos obreiros, pagar as contas do edifício e ajudar órfãos, viúvas e necessitados na congregação e na comunidade.

Mas queria focar não no roubo, mas sim na beleza de dar. Os cristãos são os maiores doadores para causas sociais no mundo inteiro. Milhões de cristãos, quer sejam batistas, anglicanos, católicos, evangélicos, avivados, doam 100% do seu coração, e com suas ofertas estão mudando o mundo.

É incrível o poder que a Igreja tem! Pare e pense: Se temos 20 milhões de cristãos no Brasil e todos dão o seu dízimo, imagina o que não pode ser feito para mudar este país!

Meu coração se aperta quando vejo pastores roubando, e líderes pedindo dinheiro para seu próprio bolso. Mas isso não faz com que dízimos e ofertas deixem de ser belos em sua essência. Dar para Deus é um privilégio, pois Ele nos deu tudo que Ele tinha!

Meu queridos, escrevi este post porque sei que muitos têm dúvidas sobre porque dar os dízimos.

Vamos viver o que Jesus disse: dar o Dízimo + praticar a Justiça, Misericórdia, Fidelidade. Assim podemos impactar muitas pessoas, e mostrar ao mundo a beleza do que é se doar pelas pessoas e do que é dar para Deus com alegria.




30 Comentários »

  1. Victor 6 de fevereiro de 2012 às 8:28 - Reply

    belo post mais também é bom lembrar aquelas pessoas que dão os dízimos com 2ºintenções,dão porque querem carros novos,casa grandes e não por querer agradar a DEUS, mais cara é isso msm que vc falo o mais importante dos dízimos são os resultados para com os carentes. Deus abençoe

  2. Bruna 6 de fevereiro de 2012 às 9:47 - Reply

    Muito bom o post, muito esclarecedor !
    Quanto ao tópico numero 4, eu sempre digo: “Não devemos aceitar o erro das pessoas, mas tb não somos nós quem devemos julgar e tb não devemos deixar de cumprir uma ordenança de Deus. Se você desconfia que o Pr. está roubando, peça a Deus que mude a conduta dele ou que Ele te direcione a congregar em outra igreja, mas dê o seu dízimo, porque nessa hora Deus está vendo o seu coração. Deixe que do Pastor, Deus cuida. rs 😀 ”

    Parabéns, o blog é sempre benção na minha vida.
    Fica na paz :]

    • Matheus Ortega 6 de fevereiro de 2012 às 10:04 - Reply

      é isso aí Bruna, Deus te abencoe!!

  3. Thati Pellissier 6 de fevereiro de 2012 às 10:15 - Reply

    Engraçado que ouvi uma vez de um cara contando que quando ele dava 80% do salário dele pras drogas, ninguém achava ruim. Mas depois que se converteu e passou a dar 10% do salário dele pra igreja, as pessoas O criticam! Como nossa sociedade é hipócrita, as vezes.

    Aprendi também que na verdade não estamos DANDO o dízimo pra Deus, afinal, como dar algo que já é Dele!! Estamos devolvendo uma pequena parte de tudo aquilo que Ele já tem nos dado. É privilégio nosso!

  4. Bruno 6 de fevereiro de 2012 às 12:19 - Reply

    o dizimo foi instituído na Lei, mas se não vivemos debaixo da Lei e sim da graça.
    se defendermos o dizimo pq foi dado por abraao e jaco mesmo antes da lei então q se pratique tambem a circuncisão –‘

    Penso que esse assunto é muito discutido por causa da sociedade q vivemos que adora o dinheiro acima de todas as coisas.
    A grande questao aqui é q tudo é do Senhor, tudo deve ser usado para gloria de Deus , nao apenas 10%. o q Jesus falou, se observar direitinho diz exatamente isso, principalmente no caso da viuva.
    Aos q contribuem com 10%, façam sem achar q estao cumprindo alguma lei ou mandamento e comecem a examinar o q fazem com os outros 90%
    (não falo aqui so de contribuções para o sustento de pastores mas principalmente ajuda para os pobres e necessitados)

    Veja so os frutos q essa doutrina tem produzido, pessoas q acham q por darem dizimo podem barganhar com Deus ou exigi-lo algo
    “Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da Graça tendes caído” (Gálatas 5.4).

  5. Rebeca Pamela 6 de fevereiro de 2012 às 13:17 - Reply

    Meu pastor também fala que quando damos nossos dízimos e ofertas estamos consagrando todas as nossa finanças ao Senhor 🙂

  6. Paulo Henrique 6 de fevereiro de 2012 às 13:29 - Reply

    Excelente post Matheus, muito esclarecer mesmo, foi na essência da coisa – dar por alegria além da obrigação. E é interessante lembrar também que o Dízimo pode até ser uma lei, mas ele também veio ANTES da lei, como era o caso de Abraão que deu dizimos a Melquizedeque. Então se não tivesse mais lei, ainda assim o Dízimo permaneceria.

  7. Luiza 6 de fevereiro de 2012 às 13:37 - Reply

    Ótimo texto.
    É bom saber a resposta quando alguém te questiona, e esse texto vai me fazer ter algumas respostas úteis! rs

    Deus abençoe!

  8. Shay' 6 de fevereiro de 2012 às 13:53 - Reply

    Nosssa!!! Poxa, é mtoo triste mas confesso que eu tinha essa dúvida – “Pq dar o dízimo?” Sempre perguntei para meus Professores da EBD, Pastor e afins, mas eles nunca me deram uma resposta convincente (e eu que não sou nada #Teimosa né..rsrs) Agora sim vou dar o Dízimo e vou dar com alegria. Afinal, dar o dízimo como dito no post acima não é somente dar os 10%, mas sim dá-lo com alegria, com amor, dar de coração e não por obrigação! Afinal, o que são esses 10% perto de TUDO que Deus nos deu e nos dará? NADA!

    Senhor, obg por este post e obrigada por ter usado o Matheus como ferramenta para falar cOnoSco!!!!

    #Valeu_Matheus
    Deus te AbeNçoe – Abçs’

  9. Jessica 6 de fevereiro de 2012 às 13:56 - Reply

    Bom…dar o dizimo é uma forma da pessoa se desapegar das coisas materiais. Independente do pq se deve dar e principalmente se vc tem essa dúvida, ou fica “meio assim” em relação ao destino ou a necessidade de dar o dizimo, daí sim que vc deveria dar (claro que com alegria e sem segundas intenções)porque é um desafio para quem é ganancioso ou “mão de vaca” e se apega ao dinheiro…é uma forma de você mostrar o seu esforço para Deus e mostrar para Ele que está tentando lutar contra a carne… Se o pastor vai dar um destino indevido ao dinheiro… paciência…Deus ta vendo e é a opinião Dele que importa…Não significa q vc não presta caso não dê o dizimo…tem que tocar no coração sabe, tem que ser sincero, pensando na obra de Deus e não na obra da sua casa (rsrsrs)tem q ser com amor e nao com ódio ou sem vontade, também não vai poder deixar tudo pra traz pra dar o dizimo, não quer dizer que a desgraça vai cair na tua vida caso tu não der o dizimo. Só lembrando que o dinheiro é a raiz de muitos males então, não da pra se apegar!
    Mas ta aí minha dica…sendo sincero com certeza não te fara falta!
    E, concordo com o que a Bruna disse…se vc acha que o pastor ta fazendo bobagem com o dinheiro da igreja…vc tem é que orar por ele!

    • Matheus Ortega 6 de fevereiro de 2012 às 16:21 - Reply

      perfeita essa frase: “dar o dizimo é uma forma da pessoa se desapegar das coisas materiais”. é isso mesmo!

  10. Bruno Saha 6 de fevereiro de 2012 às 14:01 - Reply

    Muito bom o post Matheus…

    Só discordo em um ponto… Particularmente, eu não acho errado se o pastor usar o dinheiro dos dízimos e das ofertas pra pagar contas relacionadas ao templo como obreiros, água, luz, aluguel e nem pra ajudar os necessitados, viúvas e tals. Porque, na minha concepção, esse dinheiro é pra isso mesmo.
    Agora, se o pastor usa o dinheiro arrecadado na igreja para o deleite próprio, aíí são ooooutros quinhentos… aí eu acho muito errado. Existem pastores que abusam da boa vontade dos membros da igreja, por exemplo, na igreja que eu frequentava há uns três anos, a pastora levantou uma “oferta” para comprarmos uma Captiva (isso mesmo, um carro de R$95.000,00) para o pastor da igreja. Eu não ajudei, mas na época eu não via nada de errado em ajudar (e ainda não vejo nada de errado nisso), o errado mesmo é a pastora influenciar toda a igreja para poder andar de carrão nas custas dos outros… Pouco depois eu saí da igreja e fiquei sabendo que no ano seguinte fizeram o mesmo, mas compraram uma Dodge Journey pro pastor e um Chrysler PT Cruiser pra pastora… Agora eles estão construindo uma casa num dos condomínios mais caros da cidade (as casas lá custam mais de R$500.000,00)… Advinha quem está bancando isso?? Lógico que é a igreja, ou melhor, os mebros da igreja… Fico triste com isso porque tenho muitos amigos lá que não conseguem enxergar todo esse probelma e não adianta discutir…

    Bom, já falei de mais…

    Parabéns pelo post Matheus!
    Deus abençoe

    • Viviane 11 de fevereiro de 2012 às 21:31 - Reply

      Ele não disse q eh errado; disse que muitos pensam que o dinheiro eh roubado, em vez de ser usado no templo, e apos o hífen – digamos que ele começou a explicar no que o dizimo devia ser gasto. Sei la, eu entendi assim pelo menos uaheuahea
      E o fato da igreja bancar o luxo dos pastores eh realmente triste… Mais Deus sabe da feh de casa um neh! Qm deu com feh pra obra de Deus, e quem explorou os outros… cada um vai colher oq plantou! Fiquem na Paz ;**

  11. Alexandre 6 de fevereiro de 2012 às 14:21 - Reply

    Pergunta: biblicamente eu posso distribuir o meu dízimo, ou devo dar na igreja local?

    • Matheus Ortega 6 de fevereiro de 2012 às 16:11 - Reply

      Fala Alexandre,
      A Bíblia não fala sobre isso diretamente, assim como não fala de namoro por exemplo. Mas a idéia do dízimo é para sustentar o templo da comunidade que você congrega. Eu também já pensei em dar o meu dizimo pros pobres, mas essa não é a função do dízimo, é da oferta. Pra mim faz sentido, se pra você não fizer, ore e peça a Deus direção. Acho que é o melhor conselho que posso te dar. Abraço mano

  12. Mateus 6 de fevereiro de 2012 às 15:57 - Reply

    Mais do que se preocupar com a quantia, o legal mesmo é estarmos buscando dar tudo de nós para Deus!
    Não só nos dízimos, ofertas… Mas isso se aplica na hora de sair com a galera da igreja, quando alguém tá apertado… Tu vai lá e paga pra ele, sem problemas. Deus não se agrada quando ficamos com dó de gastar dinheiro, sendo que tem um irmão lá e precisamos praticar o amor por ele.
    Quem tem mão fechada não recebe nada!
    Devemos estar com as mãos abertas pra Deus, não apenas dispostos a receber dEle, mas dar tudo de todos à Ele!
    Deus abençoe vcs! (;

    • Matheus Ortega 6 de fevereiro de 2012 às 16:08 - Reply

      é isso ai Mateus! tamo junto , abraço

  13. Stefany 6 de fevereiro de 2012 às 16:30 - Reply

    Não preciso nem comentar das bênçãos que o NMM traz para a vida de muita gente né? rs é sobrenatural.
    Agora deixa eu ver se eu entendi certo:

    “Separem o dízimo de tudo o que a terra produzir anualmente.” (Deut. 14:22)

    “Anualmente” significa o dízimo de todos os meses, do ano todo, não apenas um dízimo por ano. É isso mesmo?

    Deus continue abençoando vocês!

    • Matheus Ortega 7 de fevereiro de 2012 às 8:27 - Reply

      Oi Stefany, na verdade o importante é separar o dízimo (10%) de tudo que você produz, seja em um ano ou uma semana! Abraços

  14. Diego Garcez 6 de fevereiro de 2012 às 16:42 - Reply

    È interessante que tenhamos opiniões sobre assuntos como esse, porém fasso sempre um esforço pra voltar à algumas palavras de Cristo que revelam claramente o alto grau de renúncia de seus ensinamentos, como:
    Lucas 9 : 23
    Penso que é racional discutir sobre isso, mas ele pediu que desse sua vida, é louco como não vale a pena discutir se é 10 % ou 50 %, no fundo mesmo dar seu dinheiro pode ser até fácil se você ao menos acredita que a bíblia fala de uma religião, porém se acreditas que ela é a própria revelação de Deus pro homem, quero é ver se dará sua vida e renunciará suas escolhas, ir pra “Leste” quando Ele quer que vá a “Oeste”.
    Amigos isso é muito mais fundo profundo, mas devemos sim discutir temas como esse”

    • Matheus Ortega 7 de fevereiro de 2012 às 8:26 - Reply

      é isso mesmo Diego, o mais importante é dar 100% do coração! Abraços

  15. Nelson Lopes 6 de fevereiro de 2012 às 17:04 - Reply

    Parabéns pelo post!

    Uma simples pergunta, que tenho tido nos ultimos dias.

    No versiculo chavao diz, trazei os dizimos a casa do Senhor.

    o que, nos dias atuais, é a casa do senhor?

    a igreja onde nos reunimos?

    A paz de Deus!

    • Matheus Ortega 7 de fevereiro de 2012 às 8:25 - Reply

      Ola Nelson! Nós somos templo de Deus, e Ele habita em nós, mas acredito que “a casa do Senhor” é o lugar aonde nós nos reunimos. Abraços

  16. Ricardo 6 de fevereiro de 2012 às 17:35 - Reply

    Engraçado a ultima parte que se converte sempre é o bolso, pelo menos no meu caso foi assim, hoje após quase sete anos de convertido sou dizimista fiel e ofertante, não faço isto pelas bençãos mas sim por ser o correto, mas vou falar uma coisa tem algumas horas que se eu não tivesse certesa do Deus que sirvo até desconfiaria das bençãos que este ato me traz, sei que Deus abençoa pelo Seu Nome, mas também abençoa pela minha fidelidade.

  17. valter 6 de fevereiro de 2012 às 23:22 - Reply

    Eu concordei com tudo mais eu queria resaltar que agente não dá o dizimo, agente devolve o dizimo. Muito bom o post, Que sua vida seja de vitórias e bençãos !!!

  18. MARI 7 de fevereiro de 2012 às 19:39 - Reply

    Amém Matheus! Ótimo post…mas ainda quero perguntar! rs
    Sei que devemos levar a primícia para Deus, mas no caso do dízimo, devemos dar o que em nosso salário representa o bruto, ou devemos tirar o 10% do que é líquido, aquilo que realmente vem as nossas mãos?
    Ex:Se o salário bruto é de R$ 1.000,00 – mas a pessoa precisou se afastar alguns dias e recebeu R$ 50,00 depois dos descontos como pagar ? 10% 100,00?

    Fica na paz!

    • Matheus Ortega 7 de fevereiro de 2012 às 22:33 - Reply

      Oi Mari, tem pessoas que dão do líquido, outras do bruto. Faça o que for mais coerente para você, de acordo com o que Deus te falar e te der paz no coração… Abraços

  19. Tha 11 de fevereiro de 2012 às 0:34 - Reply

    Graça e Paz amado!
    Acredito que dizimo seja uma coisa, e primeiros frutos outra! Primícia são para os sacerdotes certo? Estarei devolvendo o primeiro dia do meu trabalho ao Senhor para minha cobertura espiritual (pastores), e o dizimo, enfim, já disse tudo!

  20. Viviane 11 de fevereiro de 2012 às 21:55 - Reply

    texto abençoado, creio q vai ajudar mutas vidas;
    pq tem muitos que vao na igreja, mais na hr de mexer no bolsoo
    ngm queer, so sabe reclamar e criticaar… Sendo q eh algo biblico.
    E outra senao tem feh pra dar o dizimoo, eh melhor começar praticar, pq Deus fala q sem feh eh impossivel agradar a Deus!

    Fique naa Paz

  21. Reforma Já 17 de fevereiro de 2012 às 23:25 - Reply

    Olá, a paz!

    Convido o amigo a ler um TCC acadêmico/teológico sobre o “dízimo” que está postado no site [ http://www.reformaja.org ] no link “arquivos”: A sombra do Templo no Dízimo e na Igreja.

    Também acreditamos que o material produzido faça parte do vosso ambiente de estudo e análise. Por esta razão, leia a pesquisa até o fim se for possível, pois o desenvolvimento do texto é realmente desafiador.

    Um abraço!

Deixe um comentário »