Sony Music cria selo evangélico

Fernando Ortega 3 de fevereiro de 2010 12

De olho no crescimento da música gospel no país, a Sony Music acaba de criar um selo específico para o gênero.
Inicialmente, a previsão é de que o selo contrate de 15 a 20 artistas, além de aquisição de catálogos internacionais.

O comando do selo está a cargo de Mauricio Soares. Formado em publicidade, o executivo atua no mercado gospel nacional há 20 anos e já trabalhou nas gravadoras Line Records, Graça Music e MK Music.

“Teremos total apoio da estrutura que a Sony Music possui para atender às demandas do mercado secular, onde é líder nacional. Vamos adaptar as necessidades, cultura e peculiaridades do mercado gospel à realidade do segmento secular. Ou seja, queremos unir o que há de bom na música gospel com a expertise profissional da Sony Music. Creio que em pouco tempo o mercado irá perceber as grandes transformações desta nova filosofia de trabalho”, diz Soares.

Fonte:  O Globo





12 Comentários »

  1. Tiago 3 de fevereiro de 2010 às 13:33 - Reply

    Isso é bom?

    • Fernando Ortega 3 de fevereiro de 2010 às 13:44 - Reply

      Excelente pergunta!!
      Isso tá me cheirando mais é caça $$$$$$

  2. ThAtA 3 de fevereiro de 2010 às 14:10 - Reply

    Eh…O mercado gospel esta cada vez mais em expansão!Pena eh saber q esse crescimento tem apenas um objetivo para essas empresas grandes>$$$<
    Mas que todas coisas cooperem pra obra Deus, direta ou indiretamente!!

  3. Leticia Pereira 3 de fevereiro de 2010 às 14:30 - Reply

    To achado q isso é muita mistura…
    a essência da música gospel vai acabar se perdendo.
    Em gravadoras cristãs a gente já vê algumas coisas sem noção,
    imagine em mua gravadora secular!

  4. Helio (: 3 de fevereiro de 2010 às 16:03 - Reply

    Eu realmente não sei o que pensar sobre isso.
    Pode ser algo que banaliza a música gospel, que pode se tornar uma música a se ouvir e não um louvor/adoração, com interesse no inheiro pra produzir. Por outro lado, a música gospel será melhor divulgada e o evangelho pode atingir a mais pessoas.
    Mas, como diz a Pra. Ludmila Ferber, que sejamos verdadeiros adoradores de Deus!

    Ótimo post, valeu, abraço!

  5. Max Henrique 3 de fevereiro de 2010 às 16:34 - Reply

    Um versiculo para refletirmos:

    “Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação.” (2 Tm 4,1-3)

    O que está escrito cada vez mais está se cumprindo. A Igreja cada vez mais se mundalizando e etc.

    Realmentente é tempo de nos preucuparmos se somos verdadeiramente salvos !

    Abraço a todos
    Glória a Deus eternamente
    Ele é Grande e sempre será

    • Tiago 4 de fevereiro de 2010 às 14:10 - Reply

      exatamente… lado bom é que vai ficar mais fácil saber o que NÂO comprar!

      • Max Henrique 4 de fevereiro de 2010 às 16:21 - Reply

        Lembrando que somos guiados, justificados e testificados pelo Espirito Santo de Deus sobre nós.

        Se estivermos mortos em espirito jamais veremos o quanto nós estamos mundalizados.

  6. Andre Eufrosino 3 de fevereiro de 2010 às 20:37 - Reply

    é por um lado acho q a qualidade dos cds podem melhorar, mas como o fer disse realmente isso cheira a caça $

  7. Mariana Linhares 15 de fevereiro de 2010 às 2:39 - Reply

    Bom, não sou tão pessimista qnt a isso. Não acho q por ser uma gravadora secular vamos nos mundalizar cada vez mais. Os discos serão mais bem feitos, a qualidade vai ser outra coisa, talvez sim… possa haver evangelização das pessoas, e mesmo q isso cheire a dinheiro, nós não temos q nos peocupar com isso, vamos apenas orar para q os artistas usem desta forma pra adorar e louvar a Deus, e q o money não subam acabeça deles. Não cabe a nós julgarmos se realmente vai ser mundano ou não. é só pedir odicernimento de Deus.

  8. JCalado 22 de fevereiro de 2010 às 15:16 - Reply

    “Mercado” góshpeu é algo amargo de engolir. Afinal, esse tem é para adorar a Deus/ganhar almas, ou para ganhar dinheiro? Música gospel devia ser de graça e pagava quem quizesse, como oferta. Pronto, falei.

  9. Jacqueline 2 de julho de 2010 às 16:39 - Reply

    O mundo virtual, a onda gospel, a teologia da prosperidade com a sua falsificação da palavra de Deus são as nossas terríveis desgraças eclesiais e seculares atuais.
    Hoje mais do que nunca devemos atentar para sábias palavras do nosso Mestre e o Senhor Jesus de Nazaré: “Atenção para que ninguém vos engane. Pois muitos
    virão em meu nome, dizendo: O Cristo sou eu, enganarão a muito’’. “E SURGIRÃO MUITOS FALSOS PROFETAS E ENGANARÃO A MUITOS” (Mt 24,4.11). O senhor Jesus está voltando….

Deixe um comentário »