Devocional: A mentira

Fernando Ortega 23 de janeiro de 2009 0

mentira00Língua mentirosa, testemunha falsa, maledicência, dissimulação. Em resumo, bem vindo ao singelo mundo da mentira.

Em termos práticos, mentira é o contrário da verdade. Mentira é a busca pela não-transparência, é disfarçar, é colocar um pano por cima para não se ver o objeto por baixo. É esconder, desviar a atenção se utilizando de alguma afirmação ou objeto não condizente com a realidade.

É engraçado ver como já nascemos na mentira. Mentimos por que já nascemos em pecado (Romanos 5:12), já nascemos, digamos assim, adeptos da escolha do diabo, que é a mentira (João 8:44).

E fica claro que nosso comportamento é adepto da mentira desde cedo. Duvido que você ache uma criança que nunca mentiu, que nunca jogou a culpa pelo vaso quebrado para o irmão mais novo, que nunca falou “não fui eu”.

73582002Já como uma pessoa crescida, imagino que ninguém faça mais dessa maneira (pelo menos é o que espero, inclusive de mim mesmo), mas isso não impede das mentiras e dissimulações continuarem, porém de maneira menos explícita. É fácil mentir quando te ligam perguntando onde você está, e você, que ainda nem saiu do banho, responde “estou chegando”; é fácil disfarçar seu incômodo em conversar com alguém e lançar o famoso “tão me chamando ali, eu já volto”; são as famosas “white lies”, ou, em tradução porca, “mentiras brancas”. As mentirinhas. E para as mentirinhas acontecerem o que não falta são oportunidades.

Esse conceito pós-moderno de mentirinha bate de frente com uma das passagens mais simples, porém confrontadoras da Bíblia:

“...seja o vosso sim sim, e o vosso não não, para não cairdes em juízo.”.

Tiago 5:12.

É uma solução prática, que busca um posicionamento íntegro. Porque pior do que se ter muitas oportunidades de agir assim, as mentiras são altamente passíveis de vicio, simplesmente porque mentir é pecado, e pecado pode viciar. De vicio em vicio, uma mentira qualquer facilmente se torna numa bela história de pescador.

200206769-001Relacionamentos de confiança são baseados em sinceridade, verdade e transparência, e você não precisa ser cristão pra perceber isso. Qualquer pessoa q não tem Jesus foge de quem não se pode confiar, principalmente por ser uma pessoa mentirosa e dissimulada. Digo isso pq a mentira não é somente um atentado contra Deus. Independente de mentirinha ou uma daquelas mentiras bem contadas que todo mundo já viu, é um pecado contra o seu próximo; é um pecado também contra você mesmo. É uma afronta à vida.

Talvez mentiras e dissimulações não sejam um hábito na sua vida. Se não forem, mantenha-se atento. Vigie. E se por acaso cairmos, confessemos, como Tiago mesmo disse, “confessai vossas culpas uns aos outros” (Tiago 5:16). Somos livres, e todo dia é uma nova oportunidade de escolhermos pela Verdade.

Abduzido do CELVA

Deixe um comentário »